Alto contraste Modo escuro A+ Aumentar fonte Aa Fonte original A- Diminuir fonte Linha guia Redefinir
Sindicato dos Servidores das Justiças Federais no estado do Rio de Janeiro - Telefone: (21) 2215-2443

Sisejufe requer ao TSE acompanhamento e realização de testes nas novas urnas eletrônicas

Equipamentos serão usados nas eleições gerais deste ano

Sisejufe requer ao TSE acompanhamento e realização de testes nas novas urnas eletrônicas, SISEJUFE
#paratodosverem Descrição da imagem: fundo azul, com urna eletrônica ao centro; na tela está escrita a frase: Acessibilidade nas Eleições; Do lado esquerdo tem uma ilustração de uma pessoa com deficiência visual caminhando em direção à urna; no rodapé à direita vem a logo do Sisejufe

O Departamento de Acessibilidade e Inclusão (DAI) do Sisejufe protocolizou, nesta segunda-feira (14/2), no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) um pedido para poder acompanhar e realizar testes na implantação das novas urnas a serem utilizadas nas eleições gerais deste ano. Segundo Ricardo Azevedo, coordenador do departamento, é preciso estar atento quanto à acessibilidade para as pessoas com deficiência em relação a essas novas urnas para as próximas eleições. “Precisamos acompanhar de perto tal questão, inclusive, com realização de testes. Nosso sindicato desde muito tempo que vem nesta luta incansável por uma eleição realmente acessível a todos e todas na sociedade brasileira.”

O dirigente sindical acrescenta: “é importante registrar que tivemos eleições em 2020 bem mais acessíveis que as anteriores graças a gestões que foram feitas por parte de nosso sindicato ao Tribunal Superior Eleitoral”.

Relembre o protagonismo do Sisejufe nesta luta

Em 24 de agosto de 2020, ano de eleições municipais no país, o Sisejufe e a Fenajufe encaminharam ofício à presidência do TSE para requerer a implementação urgente do recurso de voz nas urnas eletrônicas de modo a garantir o exercício de voto das pessoas com deficiência visual. As entidades solicitaram que o documento fosse juntado a um processo administrativo sobre acessibilidade nas urnas que tramitava há 10 anos no Tribunal Superior. No dia seguinte, o ofício foi protocolado, aprovado no Comitê de TI do TSE e seguiu para o Comitê de Monitoramento da Eleição, que aprovou a implementação do sistema.

O envio do documento foi fruto de uma reunião, semanas antes, do diretor Ricardo Azevedo com o secretário de Modernização, Gestão Estratégica e Socioambiental do TSE, Bruno Andrade; o juiz auxiliar da Presidência, Sandro Nunes Vieira e outros dois funcionários da alta cúpula administrativa do Tribunal.

À época, Ricardo Azevedo afirmou que foi uma vitória histórica para o DAI e para a luta do Sisejufe em prol dos direitos das pessoas com deficiência. (leia a reportagem neste link).

 

Últimas Notícias