Alto contraste Modo escuro A+ Aumentar fonte Aa Fonte original A- Diminuir fonte Linha guia Redefinir
Sindicato dos Servidores das Justiças Federais no estado do Rio de Janeiro - Telefone: (21) 2215-2443

Vitória do DAI do Sisejufe: TSE aprova recurso de voz para voto das pessoas com deficiência visual

Sistema será implantado nas urnas eletrônicas já para as eleições municipais de 2020

Vitória do DAI do Sisejufe: TSE aprova recurso de voz para voto das pessoas com deficiência visual, SISEJUFE

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) aprovou nesta sexta-feira (28/8) o sistema de voz nas urnas eletrônicas para exercício de voto das pessoas com deficiência visual nas eleições municipais deste ano. O recurso tecnológico irá dizer o nome do candidato em que os deficientes visuais estão votando. A acessibilidade só não será plena porque ainda não serão incluídos os nomes dos candidatos a vice.

“Hoje é um dia histórico para o DAI e para a luta do Sisejufe em prol dos direitos das pessoas com deficiência. Após várias eleições tentando diálogo com o TSE, só agora conseguimos ser ouvidos. Pela primeira vez depois das urnas eletrônicas serem implantadas no país, o deficiente visual irá votar com acessibilidade, tendo garantido o pleno direito à igualdade com os demais cidadãos”, comemora o coordenador do Departamento de Acessibilidade e Inclusão (DAI) do Sisejufe, Ricardo Soares.

Entenda o processo

Na segunda-feira (24/8), o Sisejufe e a Fenajufe encaminharam ofício à presidência do TSE para solicitar a implementação urgente do recurso de voz nas urnas eletrônicas. As entidades solicitaram que o documento fosse juntado a um processo administrativo sobre acessibilidade nas urnas que tramitava há 10 anos no TSE. No dia seguinte, o ofício foi protocolado, aprovado no Comitê de TI do TSE e seguiu para o Comitê de Monitoramento da Eleição, que aprovou a implementação do sistema.

O envio do documento foi fruto de uma reunião do diretor Ricardo Azevedo com o secretário de Modernização, Gestão Estratégica e Socioambiental do TSE, Bruno Andrade; o juiz auxiliar da Presidência, Sandro Nunes Vieira e outros dois funcionários da alta cúpula administrativa do Tribunal, ocorrida há duas semanas.

“Concretizamos hoje mais um passo para garantir o exercício do direito de cidadania mais importante que temos: o voto. Acredito que na próxima eleição já teremos também incluído no sistema os nomes dos vices e suplentes. Nossa luta continua ”, afirma o coordenador do DAI.

Últimas Notícias