SINDICATO DOS SERVIDORES DAS JUSTIÇAS FEDERAIS NO ESTADO DO RIO DE JANEIRO
Instagram YouTube

Rio suspende greve, mas categoria mantém mobilização com atos e manifestações pelo PL 7.920. Próxima atividade será dia 16/09 em frente à sede do TRE no Centro

Seguindo deliberação aprovada na assembleia de 2 de setembro, os servidores do Judiciário Federal no Rio suspenderam a greve na quarta-feira (10/09), mas vão manter os esforços para construir a mobilização da categoria na luta pela aprovação do PL 7.920/2014, antigo PL 6.613/2009. Conforme deliberado na assembleia em frente à Justiça Federal Rio Branco, a direção do Sisejufe e os servidores adotarão mecanismos que garantam a autonomia dos foros para avaliar as condições de promover manifestações, atos e interrupções do atendimento ao público, de acordo com as suas capacidades de organização.

Uma das iniciativas da nova estratégia de mobilização está marcada para o dia 16 de setembro, quando um grande ato público ocorrerá na porta da sede do Tribunal Regional Eleitoral (TRE) do Rio, na avenida Presidente Wilson, no Centro.  A assembleia deliberou ainda, de forma unânime, que se houver condições e participantes suficientes no ato em frente ao TRE, os manifestantes vão sair em passeata pelas ruas do Centro. O objetivo é demonstrar a insatisfação da categoria e intensificar a luta pelo PL 7.920.

Ainda seguindo a deliberação da assembleia, a direção do Sisejufe organizará um “apagão” no Judiciário Federal no Rio no dia 24 de setembro.  A atividade segue a linha de atuação definida pela categoria em concentrar esforços que os setores da Justiça façam paralisações de 12h às 14h nos balcões atendimento.

A direção do Sisejufe começou a adotar a nova estratégia de mobilização na terça-feira (09/09), quando organizou manifestação em frente ao prédio do Tribunal Regional do Trabalho  (TRT) do Rio, na rua do Lavradio no Centro.

 

Fonte: Imprensa Sisejufe