SINDICATO DOS SERVIDORES DAS JUSTIÇAS FEDERAIS NO ESTADO DO RIO DE JANEIRO
Instagram YouTube

Abertas inscri

O Projeto Pré-Vestibular para Trabalhadores, mantido pelo Sindicato dos Trabalhadores em Empresas e Órgãos Públicos de Processamento de Dados, Serviço de Informática e Similares do Estado do Rio de Janeiro (SINDPD-RJ) está com inscrições abertas para o ano letivo de 2009. Dirigido a trabalhadores empregados, aposentados ou desempregados que estejam interessados em se preparar para os vestibulares da UERJ, UFF, UFRJ, UNIRIO, UFFRJ, entre outras universidades públicas, o curso tem aulas aos sábados, das 9h às 18h. As inscrições podem ser feitas na sede do Sindicato (Av. Presidente Vargas, 502 – 12º andar, Centro) de terça a sábado – ou pelo endereço eletrônico formacao@sindpdrj.org.br. Mais informações telefone 2516-2620, ramal 226/229, das 13h às 19h. [Clique no título e conheça melhor a proposta do Projeto Pré-Vestibular para Trabalhadores.]


Nesta sociedade extremamente injusta poucos têm acesso garantido aos melhores serviços e produtos, como emprego, educação, saúde, transporte, moradia, saneamento básico, alimentação, cultura e entretenimento. A situação da educação é precaríssima. Seja na escola, seja na universidade o que vemos é um sistema injusto, restrito, que segue a lógica do mercado e não dá oportunidades iguais a todos. Mesmo nas escolas particulares a qualidade da educação é sofrível, pois segue apenas a lógica da reprodução de saberes, da obediência e da disciplina e não da formação do conhecimento, da consciência crítica e do incentivo à criatividade.

Para contribuir com a desconstrução desta realidade injusta, o Sindpd-RJ mantém o Pré-Vestibular para Trabalhadores, um projeto de educação popular que se propõe não apenas a questionar o sistema educacional, mas debater e atuar como um projeto alternativo de educação, que desenvolva uma leitura crítica da sociedade e possibilite construir instrumentos para transformá-la. Significa também que o “pré” não se resume apenas a ser um curso preparatório para o vestibular, mas um instrumento para a construção de uma sociedade crítica, onde sejamos capazes de decidir nossos próprios rumos.

A proposta não é apenas contribuir para que os trabalhadores ocupem seu espaço na universidade pública, melhore sua condição individual de vida e reproduza toda essa lógica de dominação. Nos propomos também a contribuir com a construção de uma sociedade crítica, onde sejamos capazes de decidir nossos próprios rumos, recuperar a vida, a auto-estima, a coletividade, o sentimento de grupo, a sensibilidade, a dignidade e o respeito a si e às(aos) companheiras(os).

Esses esforços de nada valerão se não houver uma aposta direta na capacidade do aluno de desenvolver e estimular formulações, elaborações, pensamentos, interpretações e questionamentos, pontos fundamentais para o despertar da consciência. A ideia é, enfim, possibilitar a construção de seres capazes de caminhar e trilhar o seu próprio caminho.

Deixe uma resposta