SINDICATO DOS SERVIDORES DAS JUSTIÇAS FEDERAIS NO ESTADO DO RIO DE JANEIRO
Instagram YouTube

Livraria Antonio Gramsci é referência para estudantes e militantes de esquerda

Especializada em marxismo, comunicação e lutas dos trabalhadores, a Livraria Antonio Gramsci tem atraído cada vez mais militantes,
estudantes e professores politizados do Rio de Janeiro e do Brasil.

LIVRARIA ANTONIO GRAMSCIA pequena e aconchegante livraria foi inaugurada em 2011 e pertence ao Núcleo Piratininga de Comunicação (NPC), um grupo de comunicadores que há vinte anos trabalha com formação em comunicação para movimentos populares e sindicatos. A livraria fica na Cinelândia e no ano passado estreou também uma loja na internet (http://livrariagramsci.com.br/). Os livros do acervo e publicações próprias do NPC são entregues em todo o país.

Além das obras clássicas do pensamento marxista e da esquerda mundial, a Livraria Antonio Gramsci também privilegia temas como história, educação, sociologia, cidade, cultura, movimentos sociais, sindicalismo e mulheres. O local também é um ponto de vendas da editora Expressão Popular e conta com um sebo onde podem ser encontrados clássicos da literatura nacional e estrangeira.

A coordenadora do NPC e da livraria, Claudia Santiago, explica que a loja surgiu da paixão pela leitura e pela divulgação de ideias. “Esse espaço é consequência dos 20 anos de NPC. São duas décadas reafirmando a necessidade de se construir um mundo com igualdade de direitos e justiça social. É uma pecinha do grande mosaico de instrumentos da esquerda para a construção de um mundo para todos”, explica a jornalista. Segundo ela, o objetivo também é divulgar trabalhos pouco conhecidos. “Estamos sempre atentos a dicas recebidas de amigos e clientes de todo o país. Quanta coisa boa é produzida e ninguém fica sabendo?”, aponta.

Lançamentos e entrevistas
Mesmo localizada em um ponto discreto do hall do prédio onde funciona o Teatro Dulcina, na Cinelândia, a livraria já é conhecida por muitos estudantes de licenciatura e professores, que recebem desconto de 10% nas compras. Os lançamentos realizados durante o ano de 2013 também têm trazido novos clientes e frequentadores.

No mês passado foi lançado na Gramsci o livro “Gracias a la Vida – Memórias de um militante”, de Cid Benjamin. Em setembro de 2013, a Livraria Antonio Gramsci recebeu o escritor português Luís Leiria para o lançamento de seu livro de contos “O inferno de outro mundo” (Ed. Sundermann).  Já em dezembro foi lançado o livro “O Social-liberalismo – Auge e crise da supremacia burguesa na era neoliberal”, do professor da Uni-Rio, Rodrigo Castelo. Também já foram lançados na Antonio Gramsci os livros “História da Polop: a alternativa marxista ao reformismo na esquerda brasileira”, de Leovevilgo Pereira Leal; “Novo Sindicalismo No Brasil – Histórico de Uma Desconstrução”, de Teones França; e “Jornalismo na correnteza: senso comum e autonomia na prática jornalística”, de Ana Lúcia Vaz.

Outro projeto realizado na livraria Antonio Gramsci foi o “Quintas Resistentes”, que aconteceu entre julho e setembro do ano passado. Dez militantes falaram sobre as diversas formas de luta e resistência que viveram no período da ditadura civil-militar brasileira, entre eles Cid Benjamin, Cecília Coimbra e Victoria Grabois. As entrevistas foram feitas por uma equipe de jornalistas, militantes e professores que a cada semana comandaram o bate-papo, sempre transmitido ao vivo pela internet no site do NPC. Os vídeos estão disponíveis na íntegra no Youtube [http://nucleopiratininga.org.br/quintasresistentes/]

Serviço
Livraria Antonio Gramsci

Endereço: Rua Alcindo Guanabara, 17, térreo, Cinelândia, Rio de Janeiro (rua do bar Amarelinho).

Funcionamento: Segunda a sexta-feira, das 10h às 19h.

Contatos: (21) 2220-4623 | livraria@piratininga.org.br

Site: http://livrariagramsci.com.br/

Facebook: https://www.facebook.com/livraria.a.gramsci

Newsletter
Quer receber um boletim semanal com as dicas e novidades da Livraria Antonio Gramsci? Basta mandar um e-mail para livraria@piratininga.org.br e solicitar inscrição na mala direta.