Alto contraste Modo escuro A+ Aumentar fonte Aa Fonte original A- Diminuir fonte Linha guia Redefinir
Sindicato dos Servidores das Justiças Federais no estado do Rio de Janeiro - Telefone: (21) 2215-2443

Frente em Defesa do Serviço Público se reúne no primeiro dia da Jornada de Lutas pelo reajuste de 19,99%

No dia 18, a Jornada termina com um grande ato em frente ao Ministério da Economia, em Brasília.

Frente em Defesa do Serviço Público se reúne no primeiro dia da Jornada de Lutas pelo reajuste de 19,99%, SISEJUFE

Nessa segunda-feira (14/02), teve início a Jornada de Lutas do movimento nacional dos servidores e servidoras federais pela reposição das perdas salariais dos três anos do governo Bolsonaro. Em reunião, virtual os integrantes Frente Parlamentar em Defesa do Serviço Público manifestaram apoio à reivindicação das categorias e organizaram as atividades para da Jornada que acontecerão em Brasília, até a próxima sexta. Entre as atividades, na noite dessa segunda, aconteceu o twittaço #ReajusteJaServidores, promovido pela Frente que é composta de parlamentares que fazem oposição ao governo e entidades representativas das categorias.

A Frente aprovou apoio ao Projeto de Lei Parlamentar 4/2022 de autoria ao Senador Alexandre Silveira (PSD-MG. O projeto estabelece o Programa Federativo de Enfrentamento ao Coronavírus Sarscov-2 (Covid-19), que permite a incorporação aos vencimentos dos servidores públicos de benefícios associados ao tempo de serviço exercido entre 27 de maio de 2020 e 31 de dezembro de 2021.

A partir dessa semana estão sendo organizadas assembleias nos estados sobre a construção de uma greve geral do funcionalismo federal a partir do dia 9 de março, conforme calendário aprovado pelas categorias em janeiro. Na sexta-feira, dia 18, as categorias realizam um ato em frente ao Ministério da Economia em protesto com o descaso do governo em negociar recomposição salarial. Em ofício protocolado no Ministério na semana passada a Fonasefe e Fonacate solicitam a Paulo Guedes a imediata implantação de uma mesa de negociação para dialogar sobre a reivindicação.
Atendendo a um pedido da Fenajufe, os coordenadores da Frente Parlamentar, deputada Alice Portugal (PCdoB/BA) e o deputado Rogério Correia (PT/MG), encaminharam a proposta de criação da Comissão Geral do Plenário da Câmara dos Deputados com o objetivo de discutir recomposição salarial do funcionalismo.

A Frente também aprovou uma moção de repúdio pelas mortes de Moise Kabangembe, 24 anos, barbaramente espancado até a morte, em 24 de Janeiro, e de Durval Teófilo Filho, 38 anos, assassinado a tiros por um sargento da Marinha quando chegava em casa do trabalho em 02 de fevereiro, ambos na cidade do Rio de Janeiro; e pelo assassinado do venezuelano Marcelo Antonio Larez Gonzalez, de 21 anos, morto no último dia 3, na cidade paulista de Mauá. Todos os crimes têm como pano de fundo o racismo estrutural.

Reforma administrativa pode, sim, ser votada este ano

Uma nova análise sobre a tramitação da PEC/32 foi feita pelo assessor parlamentar Vladimir Nepomuceno. Segundo ele, por medo do favoritismo do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva que segundo configuração das últimas pesquisas teria chance de vencer ainda no primeiro turno, o empresariado e setores do sistema financeiro estariam pressionando os deputados para aprovarem a reforma ainda em 2022. A estratégia, segundo Nepomuceno, seria por em votação no período em seguida ao resultado das urnas até antes do fim do ano legislativo.

Participaram da reunião de hoje da Frente Parlamentar, a diretora do Sisejufe Soraia Marca e o assessor do sindicato Alexandre Marques.

Agenda de atividades previstas para os próximos dias:

• 14/2 – Reunião da Frente Paulista – pauta: campanha salarial 2022 e convite para reunião ampliada no dia 21 de fevereiro;

• 18/2 – Dia de mobilização dos servidores em Brasília e nos Estados;

• 19/2 – Assembleia Geral dos servidores do judiciário do Estado de São Paulo;

• 21/2 – Reunião ampliada da Frente Paulista – Convidados: Centrais, Entidades Federais, Estaduais, Municipais e Fórum dos Trabalhadores do setor público no Estado de São Paulo;

• 23/2 – Plenária Nacional de Entidades e Servidores Públicos;

• 08/3 – Manifestação do Dia Internacional da Mulher – contra a violência verbal e pessoal à mulher;

• 09/3 – Indicação de paralização;

• 12/3 – Data indicativa de nova Assembleia Geral dos Servidores do Judiciário do Estado de São Paulo Foi requerido Audiência Pública na CTASP pelo coordenador Rogério Correia e foi solicitado a realização de Comissão Geral, ambas para tratar da recomposição salarial dos servidores

Manuella Soares, para o Sisejufe.

 

Últimas Notícias