Alto contraste Modo escuro A+ Aumentar fonte Aa Fonte original A- Diminuir fonte Linha guia Redefinir
Sindicato dos Servidores das Justiças Federais no estado do Rio de Janeiro - Telefone: (21) 2215-2443

Fenajufe: vitória de Lula não deve enfraquecer luta por direitos da categoria

Vitória do candidato de esquerda, Luiz Inácio Lula da Silva, representa os anseios de milhões de brasileiras e brasileiros; e por esses anseios, o presidente deverá ser cobrado

Fenajufe: vitória de Lula não deve enfraquecer luta por direitos da categoria, SISEJUFE

A vitória de Lula aconteceu num momento em que o País enfrenta as piores crises política, econômica, social e ambiental. Agora, o que se espera de sua futura gestão é um governo voltado para políticas em defesa da classe trabalhadora, dos serviços públicos e em defesa de saúde,educação e, principalmente, de justiça pública para todas e todos.

Enquanto isso, o atual governo marcado pela incitação ao fascismo, corrupção e negacionismo prepara saída de cena deixando um rastro vergonhoso de maldade, má gestão e abandono político.

Mas, se por um lado a sociedade sente alívio por ter contribuído por um Brasil mais civilizado e democrático, por outro, o resultado das urnas deve refletir a urgência da retomada de todas as pautas que foram negligenciadas pela gestão bolsonarista.

Todas e todos que depositaram seu voto no candidato eleito querem de volta o direito aos serviços essenciais como saúde, segurança pública, educação, justiça, mas querem também cidadania e respeito. Seus eleitores querem ver cumpridas suas promessas de campanha e irão cobrar!

Como candidato, Lula prometeu defender o serviço público, dialogar com as categorias do funcionalismo e derrotar o projeto de reforma administrativa, mas não foi só isso. Luiz Inácio prometeu emprego, valorização dos salários, defesa das aposentadorias, políticas de amparo às mulheres, rigor contra o feminicídio e prometeu tirar o Brasil do mapa da fome, trazendo de volta a dignidade dos que vivem em condições de miserabilidade social no país.

Além disso, é preciso cobrar políticas efetivas de combate ao racismo, ao machismo, à misoginia e LGBTfobia tão acentuadas nesse governo atual. É preciso garantir direitos para essa população reconhecidamente, mais vulnerável à todas as formas de violência.

É por essas e outras que não devemos considerar tão somente o glamour da vitória. É preciso vislumbrar além dessa etapa. O momento é para pontuar e cobrar todas as promessas feitas pelo presidente eleito, uma por uma.

A eleição de Lula veio a tempo de resgatar as lutas por um país justo e igualitário. Ampliar e reforçar atuações e mobilizações e exercer o direito de ir às ruas, porque ao menos temos a certeza de que “a luta continua, companheiras e  companheiros!”.

Fonte: Fenajufe

 

Últimas Notícias