Alto contraste Modo escuro A+ Aumentar fonte Aa Fonte original A- Diminuir fonte Linha guia Redefinir
Sindicato dos Servidores das Justiças Federais no estado do Rio de Janeiro - Telefone: (21) 2215-2443

Em reunião extraordinária, MPF apresenta proposta de reajuste de 13,5% para seus servidores, divididos em parcelas a serem pagas em 2023 e 2024

Expectativa é que o STF apresente sua proposta orçamentária para 2023 na próxima terça, 9.

Em reunião extraordinária, MPF apresenta proposta de reajuste de 13,5% para seus servidores, divididos em parcelas a serem pagas em 2023 e 2024, SISEJUFE

O Conselho Superior do Ministério Público Federal realizou uma reunião extraordinária onde foi apresentada a proposta orçamentária de 2023 que prevê recomposição salarial dos servidores e servidoras com percentual de 13,5%, dividido em três parcelas. As primeiras seriam pagas em julho (5%) e dezembro (3,97%) de 2023; e a terceira e última em julho de 2024 (3,97%).

O índice é insuficiente para repor toda a inflação acumulada desde janeiro de 2019 até abril de 2022, que chegou a 25,73%, pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA). A previsão é que a inflação total do mandato do governo Bolsonaro chegue a 30,65%, em dezembro.

A diferença na divisão dos recursos no orçamento para reajuste das servidoras e servidores e dos membros do MPF chamou atenção dos representantes da categoria. Enquanto o quantitativo de pessoal é formado por 88,45% de funcionários, a estes foram destinadas apenas 15,25% das verbas para recomposição de salários.

STF deve discutir proposta orçamentária na próxima semana

Ao receber a representação da Fenajufe durante a manifestação do Apagão do Judiciário, em Brasília, nessa quinta-feira (4/08), o diretor geral do Supremo Tribunal Federal, Edmundo Veras, informou aos dirigentes que o reajuste do Judiciário será tratado na próxima sessão ordinária da corte, prevista para terça-feira, dia 9.

Manuella Soares, jornalista, para o Sisejufe.

Últimas Notícias