Alto contraste Modo escuro A+ Aumentar fonte Aa Fonte original A- Diminuir fonte Linha guia Redefinir
Sindicato dos Servidores das Justiças Federais no estado do Rio de Janeiro - Telefone: (21) 2215-2443

Coordenadora do Nojaf/Sisejufe é a nova vice-presidenta da Fenassojaf

Próxima gestão da Associação Nacional dos Oficiais de Justiça assume os trabalhos para o biênio 2021/2023 nessa quinta-feira (9/9).

Coordenadora do Nojaf/Sisejufe é a nova vice-presidenta da Fenassojaf, SISEJUFE

A coordenadora do Nojaf do Sisejufe, Mariana Liria, foi eleita, na última sexta-feira (3/9), a nova vice-presidenta da Associação Nacional dos Oficiais de Justiça Avaliadores Federais (Fenassojaf).

Fruto de um consenso e integração de todos os posicionamentos, a chapa inscrita para o pleito foi eleita por aclamação durante a realização do 13º CONOJAF e 3º ENOJAP que, neste ano, em decorrência da pandemia da Covid-19, foi promovido virtualmente com a presença de mais de 400 oficiais de justiça do Brasil e exterior.

Mariana já ocupava o cargo de diretora de comunicação da entidade nacional e, a partir dessa quinta-feira (9/9), assume a posição de vice-presidenta ao lado do oficial de justiça do TRT-15 (Campinas/SP), João Paulo Zambom.

Na cerimônia de posse, o presidente eleito fez um chamado para que todos (oficiais de justiça, associações e sindicatos) trabalhem unidos em prol do bem comum. “Nossa união demonstrará nossa força; só conseguiremos resultado positivo com todos remando juntos para o mesmo lado”.  

“Precisamos unir forças, e isso só conseguiremos se estivermos imbuídos do mesmo propósito. Muitas vezes temos que abrir mão das opiniões pessoais em favor de um bem comum, em favor do coletivo. E isso não nos enfraquece, ao contrário, nos fortalece”, completou.

Segundo Mariana Liria, à frente da vice-presidência, o que se pretende é dar continuidade ao trabalho já realizado nas áreas de comunicação e relações internacionais da Fenassojaf, e priorizar o trabalho na área de saúde e segurança do oficialato – boa parte diante da contribuição a partir do acúmulo construído no estado do Rio de Janeiro.

“Também destacamos com alegria que representamos as oficialas, tão numerosas na base, mas pouco representadas nas nossas entidades. A próxima gestão da Associação Nacional terá nove dos 17 cargos ocupados por mulheres”, enfatiza a diretora do Sisejufe.

“Agradecemosa confiança que os colegas depositaram no nosso coletivo e nos comprometemos com a defesa incansável do oficialato na próxima gestão da Fenassojaf”, finaliza a coordenadora do Nojaf.

Caroline P. Colombo para o Sisejufe

Últimas Notícias