Alto contraste Modo escuro A+ Aumentar fonte Aa Fonte original A- Diminuir fonte Linha guia Redefinir
Sindicato dos Servidores das Justiças Federais no estado do Rio de Janeiro - Telefone: (21) 2215-2443

Censo do PJU: CNJ reabre prazo para participação na pesquisa até 22/9

Lançada em março, pesquisa visa traçar perfil de servidoras e servidores, magistradas e magistrados; Fenajufe orienta participação e divulgação pelos sindicatos de base

Censo do PJU: CNJ reabre prazo para participação na pesquisa até 22/9, SISEJUFE

A Fenajufe participou de mais uma reunião no Conselho Nacional de Justiça tendo como tema o 2º Censo do Poder Judiciário. Na pauta, a divulgação do novo prazo de realização da pesquisa, reaberta até o próximo dia 22.

O encontro ocorreu no formato virtual e foi convocado pela juíza auxiliar da presidência, Carmen Gonzalez. Participaram as assessorias de comunicação social do CNJ e representantes de entidades do judiciário.

A coordenadora de comunicação e imprensa, Fernanda Lauria, também diretora do Sisejufe, participou pela Federação.

Lançada no mês de março com o objetivo de conhecer quem são os profissionais que atuam nos tribunais e conselhos de todo o país e mapear a realidade do dia a dia da Justiça brasileira, a pesquisa teve até o momento a participação de apenas 25% de trabalhadoras e trabalhadores do sistema de justiça do país.

Com o prazo dilatado, a expectativa do CNJ é atrair mais participantes e, assim, coletar um número maior de dados sobre o perfil da magistratura e das servidoras e servidores dos vários segmentos do PJU.

A Fenajufe reforça a importância de participação na pesquisa e orienta aos sindicatos de base que divulguem o censo mais uma vez em suas bases e redes sociais, grupos de WhatsAAp e demais formas que acharem necessárias.

Questionários

Estão disponíveis para resposta dois questionários distintos, sendo um para servidores e servidoras e outro para juízes e juízas.

O preenchimento é individual, sigiloso e leva de cinco a dez minutos. O sigilo das informações e o cumprimento da Lei n. 13.709/2018 (Lei Geral de Proteção de Dados – LGPD) estão garantidos.

No levantamento voltado aos servidores e servidoras, são solicitadas informações sobre o local de trabalho, dados funcionais, de formação escolar e pessoais. Também se pretende identificar o grau de satisfação com a experiência profissional, relacionamento com colegas e superiores, além da opinião sobre a efetividade do trabalho que desempenham.

Acesse o formulário de servidoras e servidores (AQUI)

O 1º Censo do Judiciário foi realizado há dez anos e contou com a adesão de 64% dos magistrados e 60% dos servidores do Poder Judiciário. A expectativa é que os dados sobre a composição do Judiciário sejam atualizados, de forma a conhecer como operam as instituições focadas em ampliar e melhorar a Justiça do país.

Para divulgar, os sindicatos devem acessar o endereço eletrônico no site do CNJ. www.cnj.jus.br

O Departamento de Pesquisas Judiciárias (DPJ), responsável pelo censo, reforça que o sigilo da pesquisa garante que os servidores e servidoras respondam aos questionários eletrônicos com segurança.

Para responder as perguntas, basta acessar o endereço eletrônico  https://www.cnj.jus.br/pesquisas-judiciarias/censo-do-poder-judiciario/campanha-edicao-2023/

Com informações da Fenajufe 

Últimas Notícias