Alto contraste Modo escuro A+ Aumentar fonte Aa Fonte original A- Diminuir fonte Linha guia Redefinir
Sindicato dos Servidores das Justiças Federais no estado do Rio de Janeiro - Telefone: (21) 2215-2443

PL 2648: Sisejufe trabalha para votar reajuste em sessão extraordinária

Deputados poderão analisar proposta que aumenta salários dos servidores do Poder Judiciário em até 41,47% de janeiro de 2016 a julho de 2019

PL 2648: Sisejufe trabalha para votar reajuste em sessão extraordinária, SISEJUFE

Sindicalistas contra o reajuste zero estarão em Brasília para conversar com os líderes e o STF  

O presidente do Sisejufe, Valter Nogueira Alves, a coordenadora da Fenajufe, Mara Weber e o presidente do Sindiquinze, Zé Aristéia, estarão em Brasília nesta terça-feira (3/4) para articular a votação da reposição salarial dos servidores do Judiciário ainda esta semana. O Plenário da Câmara dos Deputados continua com a pauta trancada por quatro medidas provisórias e por dois projetos com urgência constitucional. No entanto, os sindicalistas contra o reajuste zero estarão conversando com líderes partidários e com o próprio Supremo Tribunal Federal para que seja realizada uma sessão extraordinária para analisar o Projeto de Lei 2648/15, já que esta é uma matéria do Judiciário e pode ser apreciada em separado.

Na pauta, também estão pedidos de urgência para aumentos de carreiras do Poder Legislativo (PLs 2742/15, 2743/15, 4244/15 e 7926/14), do Ministério Público da União (PL 6697/09) e dos ministros do STF (PL 2646/15).

Segundo o presidente do Sisejufe, a estratégia é manter a pressão em cima dos líderes partidários para não permitir que haja o adiamento da votação do projeto em um possível Governo Temer. Setores do PSDB e DEM, que já tinham sinalizado apoio, começam a ensaiar um recuo argumentando que seria mais conveniente votar o projeto somente depois de finalizado o processo de impeachment no Senado. “O presidente do Supremo Tribunal Federal, ministro Lewandowski, tem papel fundamental e precisa cobrar dos líderes a palavra empenhada de apoio ao PL.”Ele acrescentou ainda que há setores da mídia contra qualquer proposta de reajuste salarial ou gasto público, manifestando-se contrários e pressionando a Câmara a não votar o projeto.

Valter Nogueira retomará a partir desta segunda-feira (2/5) as articulações com lideranças para que o mérito do PL 2648 seja votado no dia 3 de maio.

 

Íntegra da proposta:

Últimas Notícias