Alto contraste Modo escuro A+ Aumentar fonte Aa Fonte original A- Diminuir fonte Linha guia Redefinir
Sindicato dos Servidores das Justiças Federais no estado do Rio de Janeiro - Telefone: (21) 2215-2443

Sindicato e categoria farão pressão para barrar Resolução 53 na Câmara dos Deputados

Aprovação da medida permitirá que Reforma Administrativa seja votada de forma remota por deputados. #votepresencialmente

Sindicato e categoria farão pressão para barrar Resolução 53 na Câmara dos Deputados, SISEJUFE

A direção do Sisejufe e os servidores do Judiciário Federal do Rio estarão mobilizados para evitar que o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), consiga aprovar uma resolução que permitirá a tramitação da Proposta de Emenda Constitucional 32 (PEC 32), que trata da Reforma Administrativa do governo Bolsonaro, em votação online. Atualmente, a Casa funciona sob o Sistema de Deliberação Remota (SDR) direcionado somente aos projetos urgentíssimos ligados à emergência sanitária da pandemia de coronavírus. A luta do sindicato, juntamente com a categoria, será pressionar para que a discussão específica e tão importante da PEC 32 seja feita de forma presencial pelos parlamentares.

Caso a Resolução 53, peticionada pelo presidente da Câmara, passe, a Reforma Administrativa poderá ser votada remotamente, o que hoje não é possível. Na justificativa do pedido, Rodrigo Maia alega que a continuidade dos trabalhos legislativos, possibilitada pelo SDR, mostra “a necessidade de eventual retomada das reuniões das comissões para deliberar sobre matérias inadiáveis, havendo a Presidência da Câmara sido demandada com frequência nesse sentido”.

“Temos que fazer muita pressão para evitar que a Resolução 53 seja aprovada como quer o Rodrigo Maia. Um assunto tão importante que mexerá com a vida de todo o funcionalismo público e também de toda a população brasileira não pode e não deve ser discutida no sistema remoto de votação. É preciso que o debate seja amplo e presencial, seguindo o rito regimental e com votações em plenário”, afirma o presidente do Sisejufe, Valter Nogueira Alves.

A primeira tentativa de aprovação da Resolução 53 não obteve êxito por parte do presidente da Câmara, apesar da pressão feita por Rodrigo Maia sobre os demais deputados. No dia 9 de setembro, por conta de falta de acordo na Casa, a votação da retomada das comissões, entre elas a Comissão de Constituição de Justiça (CCJ), por meio de trabalho remoto, acabou adiada.

Vale lembrar que as comissões do Parlamento estão paradas desde março para evitar aglomerações devido à pandemia do coronavírus. Somente o plenário tem se reunido, em sessões remotas pela internet. A Resolução 53 visa mudar essa dinâmica. Confira a resolução.

“Com a aprovação da resolução, o Rodrigo Maia, árduo defensor da Reforma Administrativa do governo Bolsonaro, conseguiria fazer a PEC 32 tramitar por meio do sistema remoto. Nosso primeiro passo é evitar essa aprovação. Por isso temos que pressionar os deputados para que não aprovem”, destaca a diretora do Sisejufe Soraia Marca.

A estratégia de Rodrigo Maia, que comunga das ideias liberais do ministro da Economia, Paulo Guedes, é clara. O presidente da Câmara não quer a votação presencial justamente para evitar uma maior exposição e discussão da PEC 32. Neste sentido, a diretoria do sindicato conclama toda a categoria a fazer contato com os deputados enviando e-mails para os parlamentares, postando mensagens na internet e repassando cards sobre o tema (#votapresencialmente) que o Sisejufe vai lançar em suas redes sociais.

Mande mensagem para os deputados – #votapresencialmente

Texto sugerido:

Nós, servidoras e servidores do Judiciário Federal do Rio viemos solicitar que Vossa Excelência se posicione contrariamente à aprovação da Resolução 53. Ela permitirá a tramitação e aprovação da PEC 32/2020 – Reforma Administrativa, de forma remota.

Por se tratar de um assunto muito importante devido ao seu impacto para o funcionalismo público e toda a sociedade, defendemos que a discussão e votação devem ser feitas de forma presencial.

Além disso, somos contrários à Reforma Administrativa, proposta pelo Poder Executivo, em razão dos graves ataques proporcionados aos serviços e servidores públicos. Entre os danos, os servidores efetivos terão a estabilidade, salários e condições de trabalho imediatamente afetados caso seja aprovada a PEC 32/2020.

Fonte: Imprensa Sisejufe

Anote os e-mails dos deputados federais da bancada do Rio

dep.alessandromolon@camara.leg.br,
dep.alexandreserfiotis@camara.leg.br,
dep.aureoribeiro@camara.leg.br,
dep.beneditadasilva@camara.leg.br,
dep.carlosjordy@camara.leg.br,
dep.chicodangelo@camara.leg.br,
dep.chiquinhobrazao@camara.leg.br,
dep.christinoaureo@camara.leg.br,
dep.christonietto@camara.leg.br,
dep.clarissagarotinho@camara.leg.br,
dep.danielsilveira@camara.leg.br,
dep.danieladowaguinho@camara.leg.br,
dep.davidmiranda@camara.leg.br,
dep.delegadoantoniofurtado@camara.leg.br,
dep.dr.luizantonioteixeirajr@camara.leg.br,
dep.feliciolaterca@camara.leg.br,
dep.gelsonazevedo@camara.leg.br,
dep.glauberbraga@camara.leg.br,
dep.gurgel@camara.leg.br,
dep.gutembergreis@camara.leg.br,
dep.heliolopes@camara.leg.br,
dep.hugoleal@camara.leg.br,
dep.jandirafeghali@camara.leg.br,
dep.jorgebraz@camara.leg.br,
dep.juninhodopneu@camara.leg.br,
dep.lourivalgomes@camara.leg.br,
dep.luizantoniocorrea@camara.leg.br
dep.luizlima@camara.leg.br,
dep.majorfabiana@camara.leg.br,
dep.marcaogomes@camara.leg.br,dep.marcelocalero@camara.leg.br
dep.marciolabre@camara.leg.br,
dep.otonidepaula@camara.leg.br,
dep.pauloganime@camara.leg.br,dep.pauloramos@camara.leg.br
dep.pedropaulo@camara.leg.br,
dep.professorjoziel@camara.leg.br,
dep.rodrigomaia@camara.leg.br,
dep.rosangelagomes@camara.leg.br,
dep.sorayasantos@camara.leg.br,
dep.sostenescavalcante@camara.leg.br,
dep.taliriapetrone@camara.leg.br,
dep.viniciusfarah@camara.leg.br,
dep.wladimirgarotinho@camara.leg.br

Últimas Notícias