Alto contraste Modo escuro A+ Aumentar fonte Aa Fonte original A- Diminuir fonte Linha guia Redefinir
Sindicato dos Servidores das Justiças Federais no estado do Rio de Janeiro - Telefone: (21) 2215-2443

Sem maioria na CCJ, governo recua e relatório da reforma administrativa será lido na segunda (17/5)

Recuo indica possibilidade de “tratorar” votos não favoráveis à PEC 32. Momento é de pressionar a CCJ nas bases

Sem maioria na CCJ, governo recua e relatório da reforma administrativa será lido na segunda (17/5), SISEJUFE

A presidente da Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania (CCJC), deputada Bia Kicis (PSL/DF), informou que por “problemas de motivos técnicos”, a reunião prevista para realizar a leitura do parecer do deputado Darci Matos (PSD/SC) foi cancelada e a próxima reunião do colegiado está pré-agendada para segunda-feira (17).

A esquiva do governo sugere que o fim de semana será utilizado para “tratorar” votos contrários e indecisos de integrantes da CCJ e com isso, garantir uma vitória na segunda-feira (17/5). A hipótese é reforçada pelo fato de nem o governo e nem a oposição possuírem votos suficientes para garantir aprovação ou rejeição do relatório. A pressão de lira, ao cabo e ao fim, pode ser mero exercício de desespero. 

Mas, se o fim de semana é respiro para articulação do governo, ele também significa tempo a mais de luta para entidades sindicais e movimentos sociais. O momento requer, com urgência, mobilização. A pressão deve focar, imediatamente, as bases eleitorais dos deputados integrantes da CCJ. E pra pressionar, vale tudo! O momento não é de arrego, é de pressão!

Pressão na CCJ

Pressione com mensagens no e-mail, nas redes sociais e Whatsapp:

Acesse aqui a lista com as redes sociais dos membros da CCJ

Acesse aqui a lista com a posição dos deputados sobre a PEC 32 e lista de e-mails

Acesse aqui o Na Pressão e envie mensagens no Whatsapp dos deputados


Petição online
Reforçando a mobilização contra a Reforma Administrativa, a Frente Parlamentar Mista do Serviço Público divulgou petição pública colhendo assinaturas. O documento é endereçado ao presidente da Câmara, Arthur Lira (PP/AL). Para assinar a petição online, acesse http://chng.it/qwM4drMs. 

Com informações da Fenajufe

Últimas Notícias