Alto contraste Modo escuro A+ Aumentar fonte Aa Fonte original A- Diminuir fonte Linha guia Redefinir
Sindicato dos Servidores das Justiças Federais no estado do Rio de Janeiro - Telefone: (21) 2215-2443

Live Sisejufe – Condições de trabalho: proteção aos trabalhadores salva vidas

O debate, ao vivo, será realizado nesta quarta, às 17h, em homenagem ao Dia do Trabalhador

Live Sisejufe – Condições de trabalho: proteção aos trabalhadores salva vidas, SISEJUFE

Na semana em que se comemora o Dia do Trabalhador, a live do Sisejufe no YouTube será na quarta-feira (29/4), às 17h. Para debater o tema Condições de trabalho: proteção aos trabalhadores salva vidas foram convidadas Denise Motta Dau, secretária sub-regional do Brasil da Internacional de Serviços Públicos, a coordenadora do Departamento de Saúde do Sisejufe, Helena Cruz, a psicóloga da Justiça Federal Aniele Xavier e Vera Miranda, assessora política do Sisejufe.

A Internacional de Serviços Públicos (ISP) é uma confederação sindical internacional, sindicato global, que representa 30 milhões de trabalhadoras e trabalhadores em todo o mundo. Em tempos de pandemia por coronavírus, a entidade lançou a campanha internacional Trabalhadoras e Trabalhadores Protegidos Salvam Vidas. No Brasil, a ação ganhou um diferencial: a inclusão de um questionário online sobre condições de trabalho.

A ISP divulgou os resultados preliminares da enquete que está sendo realizada entre trabalhadoras e trabalhadores da saúde e de serviços essenciais. Já foram respondidos 1.025 questionários de forma voluntária, abarcando diversos estados brasileiros. São Paulo foi a unidade federativa de maior participação até o momento, seguido do estado do Ceará e do Rio de Janeiro. Da amostragem, 58% são servidores públicos, 77% alegaram não ter passado por capacitação adequada para o trabalho junto à população e 67% denunciaram insuficiência de Equipamentos de Proteção Individual, sendo que 11% disseram não ter nenhum EPI. Essas informações, somadas às dificuldades de acesso aos testes de coronavírus, colocam em risco também a população, que pode ser contaminada. E 55% dos participantes afirmaram passar por sofrimento psicológico neste momento, inclusive 10% têm tido mais de 12 horas diárias de jornada de trabalho.

“Os resultados preliminares já são indicadores importantes e preocupantes fornecidos por profissionais que estão diariamente no enfrentamento à pandemia do novo coronavírus. Seja na saúde, seja nos demais serviços essenciais”, considera a secretária Denise Motta Dau. E aponta que diferentes entidades estão articulando estratégias com o objetivo de reverter o quadro preocupante que se revela com os dados coletados.

O debate será transmitido ao vivo e contará com a mediação da jornalista Tais Faccioli. É só clicar no link www.sisejufe.org.br/aovivo na hora marcada.

Últimas Notícias