Alto contraste Modo escuro A+ Aumentar fonte Aa Fonte original A- Diminuir fonte Linha guia Redefinir
Sindicato dos Servidores das Justiças Federais no estado do Rio de Janeiro - Telefone: (21) 2215-2443

Fórum de Carreira: subgrupo continua debate sobre a descrição de cargos do PJU

A necessidade da discussão do desenho da carreira única com cargos valorizados foi pauta prioritária no colegiado

Fórum de Carreira: subgrupo continua debate sobre a descrição de cargos do PJU, SISEJUFE

O subgrupo 1 do Fórum Permanente de Gestão da Carreira dos Servidores do PJU no Conselho Nacional de Justiça (CNJ), que trata da descrição de cargos, voltou a se reunir na manhã de quarta-feira, 29/11. Os integrantes fizeram ajustes no cronograma de reuniões e continuaram as discussões sobre as diferenças nas atribuições dos cargos de analistas e técnicos judiciários. Fenajufe apontou a importância da discussão de uma carreira única.

Participaram da reunião: Lucena Pacheco, coordenadora da Fenajufe e presidenta do Sisejufe; a coordenadora da Fenajufe Paula Meniconi e os coordenadores Charles Bruxel e Luiz Claúdio Correa, além da assessora técnica da Federação, Vera Miranda, que é também assessora política do Sisejufe; participação também da Associação Nacional dos Oficiais de Justiça Avaliadores Federais (Fenassojaf). Das administrações, representantes do CNJ; do Conselho Superior da Justiça do Trabalho (CSJT); do Conselho da Justiça Federal (CJF); do Superior Tribunal de Justiça (STJ); do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) e do Superior Tribunal Militar (STM).

Já no início da reunião, o coordenador do subgrupo, Antônio Mário Lúcio de Oliveira Júnior, da seção de seleção e gestão de desempenho do CNJ, propôs alteração no calendário dos próximos encontros. A reunião de hoje foi a última de 2023, ficando as demais distribuídas da seguinte forma em 2024: 19/01; 02/02; 16/02; 01/03; 15/03; e 05/04.

Sobre a descrição dos cargos, o colegiado continuou os debates tendo em vista a mudança no requisito de escolaridade para ingresso no cargo de técnico – com exigência do NS (Lei 14.456/22) – e adequação dentro dos órgãos que, do ponto de vista de seleções e concursos, têm colocado para nível superior, mas, ainda há uma indefinição sobre como as diferenças nas atribuições entre técnicos e analistas judiciários ocorrerão na prática.

A Fenajufe pautou como prioridade no subgrupo 1 a necessidade da discussão do desenho da carreira única. Para a assessora Vera Miranda, o desenho da carreira é extremamente importante para a valorização dos cargos, uma vez que hoje existem três carreiras, uma para cada cargo, e a Federação quer retomar a construção de uma carreira única com cargos valorizados – assim como debatido na XXIII Plenária Nacional da Fenajufe, em Belém do Pará, entres os dias 23 e 26 de novembro.

Além disso, já está garantido no cronograma das reuniões do subgrupo 1 questões relevantes como a acumulação de cargos para o técnico judiciário e o reenquadramento dos auxiliares, tema já amplamente debatido no Fórum.

Com relação aos oficiais de justiça, tópico levantado pela Fenassojaf com apoio da Fenajufe, foi solicitada a urgência da discussão no subgrupo acerca das atribuições dos Ojafs – uma vez que há um debate já em andamento no CSJT sobre o tema. Foi pedido pela entidade uma prorrogação de 90 dias ao Conselho para que a discussão seja realizada no Fórum de Carreira.

Fonte: Fenajufe

 

Fortaleça a sua entidade sindical. Filie-se ao Sisejufe diretamente neste link. Siga nossas redes no InstagramFacebook YouTube. Acompanhe sempre com a gente as notícias de interesse da categoria!!!

Últimas Notícias