Alto contraste Modo escuro A+ Aumentar fonte Aa Fonte original A- Diminuir fonte Linha guia Redefinir
Sindicato dos Servidores das Justiças Federais no estado do Rio de Janeiro - Telefone: (21) 2215-2443

Folia, cidadania e inclusão: Sisejufe, mais uma vez, apoia o desfile da Embaixadores da Alegria, primeira e única escola de samba do mundo voltada para pessoas com deficiência

Desde 2019, o sindicato é parceiro da Embaixadores e patrocina as camisetas da Bateria da escola; os servidores sindicalizados, integrantes do Batuque na Justiça, compõem a bateria e desfilam na Marquês de Sapucaí, abrindo o desfile das Campeãs

Folia, cidadania e inclusão: Sisejufe, mais uma vez, apoia o desfile da Embaixadores da Alegria, primeira e única escola de samba do mundo voltada para pessoas com deficiência, SISEJUFE

Carnaval é cultura, alegria, potência, resistência e força criativa. Por isso, o Sisejufe apoia, valoriza e defende o Carnaval. E, desde 2019, ao conhecer de perto a Embaixadores da Alegria – primeira e única escola de samba do mundo voltada para pessoas com deficiência – passou, também, a integrar o Carnaval Carioca.

É que os servidores sindicalizados que fazem o Batuque na Justiça – curso de percussão oferecido pelo sindicato – compõem a bateria da Fina Batucada e da Embaixadores da Alegria, que esse ano completa 16 anos de um carnaval lindo, inclusivo, acessível e cheio de alegria.

Ministrado por Mestre Riko, o Batuque na Justiça oferece aula de percussão aos sábados, na Escola de Música Villa-Lobos, no Centro do Rio. Já mais perto da época do Carnaval, as aulas e os ensaios ficam mais intensos. Afinal, todo mundo precisa estar afiado para fazer bonito na Avenida.

Veteranos e novatos se encontram numa atividade prazerosa, agradável e que ainda favorece a sociabilidade. “Não importa se você chegou ontem ou se você já faz há mais tempo. Mestre Riko tem uma didática que possibilita integrar os novatos com os mais experientes. Cada um evolui no seu tempo, mas se dedicando, indo aos ensaios, é possível todos tocarem juntos, sem problema nenhum”, explica Priscylla Corrêa, integrante da Fina Batucada e braço direito de Mestre Riko no comando da bateria.

Para Lucena Pacheco Martins, presidente do Sisejufe e coordenadora da Fenajufe, participar do curso Batuque na Justiça é uma alegria e, quando chega o carnaval, ela se transforma também em orgulho: “Ao longo do ano, as aulas do Batuque trazem prazer, alegria, bons encontros, bate-papo e muito aprendizado entre todos da turma. E, no Carnaval, quando temos a oportunidade de desfilar com a Embaixadores da Alegria, em plena Marquês de Sapucaí, nossa, é pura emoção, orgulho e encantamento com esse momento. Todas as escolas de samba são feitas de amor, garra e superação, mas a Embaixadores tem em seu DNA algo ainda mais único e especial. É emocionante, gratificante fazer parte disso”, disse Lucena.

Helena Cruz, diretora do Departamento de Cultura do Sisejufe, acrescenta que o sindicato está de parabéns por apoiar, mais uma vez, a Embaixadores da Alegria: ” Muito me honra e me orgulha ser de um sindicato que tem esse olhar abrangente, transversal e que apoia uma Escola de Samba tão necessária e bela como a Embaixadores da Alegria. Vamos para mais um ano de parceria e de desfile na Marquês de Sapucaí, o templo do samba. Participar disso já é uma energia maravilhosa, mas cruzar a Avenida com a Embaixadores, com essa escola inclusiva, linda, feita de amor, garra e batalha, nossa, é indescritível”.

Vladimir Carvalho, do TRE de Belford Roxo, participa do Batuque na Justiça há quase um ano. Para ele, é a realização de um sonho poder aprender uma atividade que sempre teve interesse, mas nunca teve a oportunidade de fazer: “As aulas, os ensaios são muito legais. E o mais bacana é que tem gente de todo tipo,  de jovens a idosos, de pessoas que tocam muito bem a àquelas que estão dando os primeiros passos. A gente se sente seguro para aprender sem a pressão de ser perfeito”, disse ele sem negar a empolgação para o que será seu primeiro desfile: “Ah, quero me divertir muito, mas também quero proporcionar alegria para as pessoas da escola. Vai ser especial, tenho certeza”.

A Embaixadores da Alegria

Agora em 2024, a Embaixadores da Alegria completa 16 anos. Esse ano, o samba-enredo é um samba reeditado de 2018, que fala sobre os super-heróis da vida real e do nosso dia a dia. “Somos todos nós heróis de uma nação. Na luta diária da vida, no meio de gente sofrida, erguida em cada profissão, serei um super-herói de plantão. Encaro um leão a cada dia e a esperança é o que me contagia“, diz a letra da música, de autoria de Léo Nunes, Silas Nascimento e Gilberto Costa.

Fundada em 2006 por Paul Davies e Caio Leitão, a Embaixadores da Alegria é uma associação sem fins lucrativos que tem como proposta utilizar a cultura, o samba, a arte e a educação como instrumentos de inclusão social para pessoas com e sem deficiência. A escola conta com 1.200 componentes, entre pessoas com e sem deficiência. Na bateria, são 280 ritmistas.

Paul falou sobre o Carnaval desse ano: “Estamos reeditando o tema de 2018, que fala sobre os super-heróis. Resolvemos reeditar pois foi um enredo extremamente popular, com um samba-enredo também, popular. Fizemos uma pequena pesquisa entre associações parceiras e entre os nossos foliões e o samba-enredo de SUPER-HERÓIS foi o escolhido. Que possamos, novamente, fazer um lindo desfile”.

Já Caio comentou: “A Embaixadores da Alegria tem uma enorme relevância para dezenas de pessoas com deficiência e seus familiares. O carnaval acessível é uma grande ferramenta de inclusão social neste país e seguimos firmes acreditando na beleza e na força desse projeto. Já tivemos momentos melhores. Sofremos muito com a oscilação de patrocínio, mas é isso: seguimos em frente e vamos, mais uma vez, botar na Avenida um desfile bonito, potente e cheio de ensinamentos e também de aprendizados”.

O Batuque na Justiça:

Das atividades culturais oferecidas pelo Sisejufe, uma das que mais agradam aos servidores sindicalizados é o curso de percussão Batuque na Justiça, que é ministrado pelo professor de percussão popular da Escola de Música Villa-Lobos, Mestre Riko, fundador e regente da primeira bateria Feminina do Brasil, a Fina Batucada, que comanda, também, a bateria da Embaixadores da Alegria.

O servidor sindicalizado que desejar entrar no Batuque deve se inscrever pelo link: www.sisejufe.org.br/inscricaobatuque

Se você já faz parte do que nosso Batuque, que bom. É só chegar.

Se você ainda não faz parte do Batuque na Justiça, faça sua inscrição e vá lá conferir.

Publicada originalmente no dia 18/01/2023

 

Fortaleça a sua entidade sindical. Filie-se ao Sisejufe diretamente neste link. Siga nossas redes no InstagramFacebook YouTube. Acompanhe sempre com a gente as notícias de interesse da categoria!!!

Últimas Notícias