Alto contraste Modo escuro A+ Aumentar fonte Aa Fonte original A- Diminuir fonte Linha guia Redefinir
Sindicato dos Servidores das Justiças Federais no estado do Rio de Janeiro - Telefone: (21) 2215-2443

Diap lança plataforma “Quem foi Quem” no Congresso Nacional

Objetivo da ferramenta é mostrar às pessoas como atuaram os representantes do Poder Legislativo, revelando se o voto deles em geral é a favor ou contra a classe trabalhadora

Diap lança plataforma “Quem foi Quem” no Congresso Nacional, SISEJUFE

Conhecer o perfil de nossos representantes políticos é essencial, sempre. Em tempos de eleição, mais ainda. Saber o que cada um defende, promete e diz que fez é um exercício que deveria ser assimilado e praticado por cada um de nós, cidadão-eleitor.

Quem está no Congresso Nacional de fato defende os trabalhadores?

Foi pensando nisso que o Diap (Departamento Intersindical de Assessoria Parlamentar) criou a plataforma “Quem foi Quem” no Congresso Nacional, lançada no dia 10 de agosto. A ferramenta disponibiliza os votos de deputados e senadores em temas relevantes de interesse dos trabalhadores e da sociedade de uma forma geral.

É uma maneira fácil, importante e eficaz de acompanhar e compartilhar informações de domínio público, como forma de estimular a participação política e o voto consciente da população.

Analisando as votações de deputados e senadores, o Diap elencou cinco (5) critérios para definir quem é quem no Congresso Nacional. São eles:

1) a importância da matéria sob os pontos de vistas político, econômico e/ou social;

2) o registro nominal do voto de cada parlamentar, excetuando-os de forma simbólica quando não há registro do voto por tratarem de matérias consensuais ou em função de manobras regimentais;

3) o grau de disputa entre governo e oposição, exigindo-se em cada votação oposição superior a 20% da Casa do Congresso, no caso da Câmara, com divergência superior a 100 votos;

4) o aspecto temporal das propostas de leis submetidas para votação pelos parlamentares com vigência permanente ou temporária das políticas públicas; e

5) a clareza do dispositivo votado em relação ao objetivo pretendido, de modo a não deixar margens para dúvidas sobre o conteúdo da votação.

De fácil manuseio

A plataforma “Quem foi Quem” no Congresso Nacional pode ser acessada pelo link: www.quemfoiquem.org.br

Nela, a pessoa pode navegar/pesquisar várias abas, tais como “Estatísticas”; “Acompanhe as votações”; “Deputados”; “Senadores” e “Apoiadores” do projeto. Na aba “Critérios”, a plataforma se preocupou ainda em explicar detalhadamente a proposta do projeto e esmiuçar os critérios metodológicos adotados.

A navegação pela ferramenta é de fácil manuseio e bem intuitiva. Nas abas “Deputados” e “Senadores”, a pessoa encontra a lista de todos os parlamentares em exercício e pode pesquisar pela barra de rolagem, vendo um a um o nome dos deputados/senadores ou, se preferir, pode digitar o nome do parlamentar que deseja pesquisar.

Em seguida, ao clicar no nome escolhido, a ferramenta abre uma página com as informações específicas desse parlamentar. Aparece então um “termômetro” baseado nas votações de mérito, que define a posição deste parlamentar em relação às matérias de interesse dos trabalhadores.

Vale a pena conferir. Acesse AQUI e conheça a plataforma “Quem foi Quem”.

Últimas Notícias