Alto contraste Modo escuro A+ Aumentar fonte Aa Fonte original A- Diminuir fonte Linha guia Redefinir
Sindicato dos Servidores das Justiças Federais no estado do Rio de Janeiro - Telefone: (21) 2215-2443

Data-limite se aproxima e executivo ainda não apresentou proposta

Lewandowski precisa cobrar cumprimento de acordo com Levi

Data-limite se aproxima e executivo ainda não apresentou proposta, SISEJUFE
Lewandowski precisa cobrar cumprimento de acordo com Levi

Até esta quinta-feira à noite, o ministro da Fazenda, Joaquim Levy, não apresentou proposta de acordo para aprovação do PLC 28/15, como se comprometera com o presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Ricardo Lewandowski, na quarta-feira (10/6).

Na ocasião, o diretor-geral do STF, Amarildo Vieira, recebeu o presidente do Sisejufe, Valter Nogueira Alves; os coordenadores da Fenajufe Roberto Ponciano e Cledo Vieira; e o conselheiro do SindjusDF, Jailton Assis. Amarildo informou que Lewandowski recebeu Levy para tratar do PLC 28/15. Na conversa, foi acordado que dia 19 de junho seria a data-limite para apresentação da contraproposta do Executivo.

No entanto, em encontro na tarde desta quinta-feira (18/6) com o diretor-geral do STF, Amarildo Vieira, o dirigente sindical Roberto Ponciano recebeu a confirmação de que o governo não apresentou nenhuma proposta até o momento.

Sem proposta, ordem é ampliar a greve para aprovar o PLC e derrotar o governo

Na quarta-feira (10/6), foi construído acordo no Senado para adiamento da votação em plenário para o dia 30 de junho. Na data, ficou acertado que, se não houvesse proposta de acordo com o Executivo, os senadores votariam um substitutivo acordado com o STF, excluindo a implementação do reajuste para 2015, iniciando o parcelamento em janeiro de 2016 e finalizando em julho de 2018. “É preciso que a categoria no Rio de Janeiro e nacionalmente amplie a greve em todos os setores para que, não havendo a proposta conforme foi acordado, o projeto seja votado dia 30”, afirma o presidente do Sisejufe, Valter Nogueira.

O sindicato espera que o ministro Ricardo Lewandowski cumpra o seu papel e amplie as articulações no Senado Federal, principalmente com as lideranças do PMDB, que já sinalizaram favoravelmente pela aprovação do projeto, caso o governo não apresente a proposta.

Executivo também não obtém proposta, apesar de boatos nas redes sociais

O Ministério do Planejamento comunicou, em nota publicada pela Confederação dos Trabalhadores no Serviço Público Federal (Condsef), entidade que representa os servidores públicos federais, que só retomará as reuniões para retorno das pautas de reivindicações do conjunto dos servidores do executivo a partir do dia 29. Diante disso, a reunião do Conselho de Representantes que irá debater justamente o resultado desses retornos, sofreu alteração. As novas datas para CDE e plenária serão os dias 10 e 11 de julho, respectivamente. Um indicativo de greve para julho, aprovado por unanimidade na última plenária da maioria dos federais, está mantido e volta a ser discutido na próxima plenária.

Imprensa Sisejufe

Últimas Notícias