Alto contraste Modo escuro A+ Aumentar fonte Aa Fonte original A- Diminuir fonte Linha guia Redefinir
Sindicato dos Servidores das Justiças Federais no estado do Rio de Janeiro - Telefone: (21) 2215-2443

DAI do Sisejufe convida servidoras e servidores para encontro virtual sobre acessibilidade e inclusão

Reunião será nesta quinta, 10 de dezembro, às 18h

DAI do Sisejufe convida servidoras e servidores para encontro virtual sobre acessibilidade e inclusão, SISEJUFE

No dia 3 de dezembro comemoramos o Dia Internacional de Lutas da Pessoa com Deficiência. A data foi criada por causa de um chamamento da ONU, em 1981, para marcar o Ano Mundial do Deficiente. A partir dali, a data entrou oficialmente no calendário e passou a representar um marco importante de reflexão sobre a história, a luta e o futuro das pessoas com deficiência, no mundo.

Na atual conjuntura nacional, na qual ainda é preciso defender a luta pelos direitos humanos, e, muitas vezes, falar o óbvio pela preservação da dignidade e pela garantia de direitos, o Departamento de Acessibilidade e Inclusão (DAI) do Sisejufe relembra a importância da participação dos servidores e servidoras com deficiência do Judiciário Federal nesta luta que é de todos e todas. Segundo os tribunais, há 85 servidores com deficiência no TRT1; 37 no TRE-RJ; 78 na JFRJ e 13 no TRF2 (dados de 2018).

Embora o Brasil seja um país com legislação abundante nas demandas de inclusão, ainda é uma nação carente de medidas efetivas, voltadas para a acessibilidade plena das pessoas.

Para o coordenador do DAI, Ricardo Azevedo, a data vai muito além da comemoração. “O que procuramos marcar cada vez mais é a importância de estarmos em luta, ou seja, buscando sempre a tão sonhada da igualdade, onde um mundo sem discriminações possa de fato existir. A cada dia precisamos matar um leão para quebrarmos preconceitos e vencermos o capacitismo que nos assola dia após dia. Esmorecer, jamais! Juntos somos mais fortes! Sigamos em frente, segmento das pessoas com deficiência”, conclamou o dirigente sindical.

Ricardo ressalta ainda: “vivemos atualmente tempos sombrios no Brasil, tempos de retrocessos, de perdas de direitos e, portanto, a luta se faz ainda mais presente por nenhum direito a menos”.

O diretor do Sisejufe Dulavim de Oliveira acredita que a data é uma oportunidade para reflexão: “é o dia internacional de uma luta que começa no seio familiar, algumas vezes até mesmo no próprio interior do indivíduo e se expande pelo mundo, na união de todas as lutas do seguimento de todas as pessoas com algum tipo de deficiência. É o dia que sublinha internacionalmente a busca por conquistas, tempo após tempo”.

A servidora do TRT e membro do DAI, Maria Cristina Mendes, tem deficiência auditiva. Ela lembra que muitos temas ainda precisam ser discutidos para melhorar de fato a qualidade de vida das pessoas com deficiência.

“Acessibilidade nos transportes, nas comunicações, no trabalho, e, sobretudo, acessibilidade atitudinal são tópicos que precisam avançar, diuturnamente. Combate ao assédio, garantia de aposentadoria especial e resguardo da saúde daqueles que compõem grupos vulneráveis também são pautas que exigem atenção permanente”, afirma.

Com isso, seja no ambiente de trabalho, seja na vida social como um todo, o sindicato atua para dar visibilidade, apoio, informação, assessoria e acompanhamento, tanto para servidores com deficiência, quanto para aqueles que são cuidadores.

Renata Pedreira, também servidora do TRT1, tem um filho com autismo e diz que está num processo de aprendizado sobre as questões que envolvem a acessibilidade e inclusão. “Precisamos discutir cada vez mais sobre o nosso capacitismo, a invisibilidade de adultos autistas e políticas públicas voltadas a todos os níveis de suporte, dissociadas do modelo médico de deficiência”, opina.

Neste ano de 2020, além de buscar o fortalecimento das comissões de acessibilidade dos tribunais, fomentar a acessibilidade no período eleitoral e garantir a visibilidade das pessoas com deficiência em tempos de pandemia, o sindicato buscou divulgar ferramentas de tecnologias assistivas e prestar suporte aos servidores que se viram diante de novos desafios.

Reunião por videoconferência

Aproveitando a data comemorativa, o DAI convida as servidoras e servidores do Judiciário Federal para a próxima reunião do departamento, que será no formato online, no dia 10 de dezembro, às 18h. Para participar, basta clicar diretamente NESTE LINK e fazer a inscrição. Na mesma hora, você receberá pelo e-mail informado a confirmação de inscrição e o endereço virtual para participar do encontro do DAI, que será aberto à categoria, envolvendo todos os tribunais.

Temas em debate:

  1. Como está sendo o trabalho remoto em meio à pandemia no que diz respeito à deficiência, podendo ser tirada uma diretriz para o sindicato atuar
  2. Acessibilidade do voto nas eleições 2020

“O Sisejufe capitaneou uma grande luta neste campo. Graças ao Sisejufe, o voto foi acessível às pessoas com deficiência visual no pleito municipal deste ano”, ressaltou Ricardo Azevedo.

Últimas Notícias