Alto contraste Modo escuro A+ Aumentar fonte Aa Fonte original A- Diminuir fonte Linha guia Redefinir
Sindicato dos Servidores das Justiças Federais no estado do Rio de Janeiro - Telefone: (21) 2215-2443

Sisejufe pede esclarecimentos sobre situação orçamentária do TRT para 2020

O sindicato propôs organizar reuniões na sede do TRT na Antônio Carlos e no Fórum da Lavradio para que sejam dadas informações sobre o assunto

Diretores do Sisejufe e representantes de base pediram esclarecimentos à Diretoria-Geral do Tribunal Regional do Trabalho (TRT) do Rio sobre a situação orçamentária de 2020 diante da vigência da Emenda Constitucional 95. A EC 95 instituiu o teto de gastos no serviço público. O sindicato propôs organizar duas reuniões, uma na sede do TRT na Antônio Carlos, no dia 18 de setembro, e uma outra no Fórum da Lavradio, no dia 20 deste mês, para que sejam dadas informações sobre o assunto. A entidade vai convocar  os servidores e também solicitar a presença do diretor-geral do tribunal, Luiz Felipe Carrapataso  Peralta Silva, para que em conjunto com um representante do Sisejufe, detalhem as restrições e desafios para o funcionalismo no ano que vem. As atividades também vão servir para colher sugestões dos funcionários do TRT.

A proposta foi apresentada em reunião, na segunda-feira (9/9), em que os diretores do Sisejufe Amauri Pinheiro e Ricardo Quiroga, o representante de base João Vitor e a servidora Andrea Capellão participaram com diretor-geral do tribunal.

De acordo com Ricardo Quiroga, o pleito da realização das reuniões foi acolhido, com o diretor-geral se comprometendo a participar dos encontros. Deste modo, o sindicato fará uma convocação com todos os detalhes em breve.

Na reunião com Carrapataso, os  representantes do Sisejufe apontaram ainda os inúmeros problemas gerados pelo PJ-e. O diretor-geral do TRT informou que todos os esforços que coubessem à sua  competência no tribunal estão sendo feitos para solucioná-los.

Por fim, o sindicato apresentou o pleito de estabelecimento de um comitê de prevenção e combate ao assédio moral, com participação de um representante da entidade. Carrapataso informou que trata-se de assunto pertinente à Presidência do TRT e que o tema será direcionada. No tocante à reestruturação da força de trabalho do TRT/RJ, o Diretor-Geral afirmou que a expectativa da Administração é a de que haja redução da força de trabalho, com consequências ao quantitativo de CJs e FCs, no âmbito dos TRTs. Assim, a Administração acredita que essa tendência deverá ser provavelmente sacramentada, ao fim deste ano, a partir da revisão da Resolução n° 63/2010 do CSJT, que, ao que tudo indica, seguirá as premissas estabelecidas pela Resolução n° 219/2016 do CNJ, com o objetivo precípuo de readequar a lotação de servidores no âmbito da Justiça do Trabalho aos impactos, ainda não totalmente dimensionados, da Reforma Trabalhista.

Fonte: Imprensa Sisejufe

 

Últimas Notícias