Alto contraste Modo escuro A+ Aumentar fonte Aa Fonte original A- Diminuir fonte Linha guia Redefinir
Sindicato dos Servidores das Justiças Federais no estado do Rio de Janeiro - Telefone: (21) 2215-2443

Nota de repúdio em relação à matéria do jornal Valor Econômico

Reportagem erra ao afirmar que servidor do Judiciário tem dois meses de férias

O jornal Valor Econômico mente na matéria publicada nesta quinta-feira (31/10), sobre Projeto de Emenda Constitucional (PEC) da reforma administrativa do governo Bolsonaro, ao afirmar que servidores do Judiciário têm algumas “regalias” como férias de dois meses. A reportagem veiculada nas versões impressa e online do Valor falta com a verdade ao informar erroneamente que o funcionalismo do Poder Judiciário é beneficiado por 60 dias de férias, diferentemente dos demais trabalhadores dos setores público e privado.

A direção do Sisejufe vem a público esclarecer e exigir direito de reposta em relação à matéria que distorce a realidade dos fatos. Na verdade, os servidores do Judiciário tiram 30 dias de férias, assim como todo trabalhador, e como é garantido por lei.

O que a reportagem tendenciosa do Valor Econômico não explica, é que o Poder Judiciário entra em recesso entre 20 de dezembro e 6 de janeiro, o chamado recesso forense, conforme legislação em vigor, e que nesse período, servidores e magistrados são designados para permanecer de plantão em seus respectivos órgãos. Ou seja, não estão de férias, como a matéria erradamente menciona.

Direção do Sisejufe

Últimas Notícias