SINDICATO DOS SERVIDORES DAS JUSTIÇAS FEDERAIS NO ESTADO DO RIO DE JANEIRO
REDES SOCIAIS
YouTube

Funcionamento e Estrutura

Veja abaixo as informações sobre a Diretoria Colegiada do SISEJUFE:

FUNCIONAMENTO:

  1. A reunião de diretoria é convocada uma vez ao mês ordinariamente; e,
  2. Extraordinariamente toda vez que se fizer necessário.
  3. A reunião dos departamentos e núcleos segue a mesma dinâmica.

DA DIRETORIA:

Estatutariamente a executiva da diretoria do SISEJUFE é composta pelos seguintes cargos:

  1. Diretor Presidente;
  2. Diretor Vice-Presidente;
  3. Diretor de Administração de Recursos Financeiros (Tesoureiro);
  4. Diretor de Administração e Recursos Humanos e Materiais;
  5. Diretor de Negociação e Jurídico;
  6. Diretor de Ligação com Associados, Entidades, Sindicais e de Classe (Movimentos Sociais).
  7. Diretor de Secretaria, (Tecnologia de Informação e Gestão Documental).

Além dos cargos da Executiva acima citada, compõe a diretoria colegiada os demais Diretores Executivos.

 

DOS DEPARTAMENTOS:

Compõe a estrutura do SISEJUFE os seguintes Departamentos:

  • Departamento de Administração e Finanças: composto pela Executiva mais 02 Diretores Executivos; Tem as seguintes atribuições: Zelar pelo patrimônio do sindicato; Gerir os recursos financeiros; Gerir os recursos humanos e materiais; Acompanhar e dar suporte ao Conselho Fiscal; Organizar a assembleia anual de prestação de contas; Planejar e executar a gestão financeira e administrativa do sindicato; Estabelecer parcerias e convênios para categoria.
  • Departamento Jurídico: formado por membros da diretoria colegiada com as seguintes atribuições. Coordenar, orientar e encaminhar as ações jurídicas da categoria. Acompanhar os procedimentos jurídicos dos Tribunais Superiores e Conselhos Nacionais; Acompanhar as jurisprudências da categoria e dos movimentos sociais; Representar o sindicato no Coletivo Nacional Jurídico da Fenajufe.
  • Departamento de Aposentados e Pensionistas: O Departamento de Aposentados e Pensionistas é composto pelos integrantes da diretoria e de todos os sindicalizados da área. Atribuições: Programar e programar a política de aposentados e pensionistas; Encaminhar a luta pela aposentadoria digna e valorizada, com paridade com os ativos; Incentivar e promover a organização dos servidores aposentados, integrando-os nas atividades do sindicato.
  • Departamento de Imprensa: formado por membros da diretoria colegiada com as seguintes atribuições: Coordenar e executar a edição dos veículos de comunicação do sindicato; Participar das atividades nacionais de comunicação da federação; Representar a diretoria nos eventos de comunicação do movimento social; Responsável pela edição de cartilhas, boletins, camisetas, faixas, todo e qualquer material gráfico, impresso ou via online; Alimentar e atualizar a página da internet; Receber e responder o “fale conosco” da página.
  • Departamento de Saúde: formado por membros da diretoria colegiada com as seguintes atribuições: Discutir, formular e encaminhar lutas por melhores condições e relações de trabalho visando à saúde dos trabalhadores do judiciário; Apoiar os servidores com orientação e acompanhamento, inclusive com assessoria técnica e jurídica, nas questões relativas à saúde e condições de trabalho; Reivindicar condições de trabalho adequadas para os serviços médicos dos tribunais e tratamento justo para os trabalhadores com problemas de saúde; Combater o assédio moral.
  • Departamento dos Movimentos Sociais: formado por membros da diretoria colegiada com as seguintes atribuições: Estabelecer relação com o conjunto dos movimentos sociais; Participar das atividades e coletivos da Central Única dos Trabalhadores; Encaminhar para direção apoios políticos e financeiros ao movimento social.
  • Departamento de Cultura: formado por membros da diretoria colegiada com as seguintes atribuições: Organizar atividades esportivas; Organizar atividades culturais; Ampliar o leque de atividades nas áreas de cultura, de lazer, e de formação, visando à diversificação, más sem perder a continuidade das atividades vinculadas à cultura de resistência; Ampliar a diversificação na programação cultural do SISEJUFE; Ampliar ações de estimulo à prática de esporte e de atividades que elevem a qualidade de vida; promover atividades culturais e de lazer para os polos da categoria que ficam em cidades fora da região metropolitana.
  • Departamento de Formação: formado por membros da diretoria colegiada com as seguintes atribuições: Organizar seminários, cursos e oficinas de formação; Construir uma agenda de formação para a qualificação dos servidores, com parcerias externas e cursos on-line de qualificação do interesse da categoria e que podem gerar AQ; Investir fortemente em ações de formação sindical Planejar atividades de formação sindical e de qualificação profissional para os polos da categoria que ficam em cidades fora da região metropolitana;

 

Núcleos de Atividade:

  • Núcleo de Pessoas Com Deficiência – O Núcleo de PCDs é composto pelos integrantes da diretoria e de todos os sindicalizados da área afins. Possui as seguintes atribuições: Elaborar e encaminhar à direção políticas específicas para esta área de atuação; Organizar os servidores com deficiência e recebê-los em suas reivindicações; Articular-se com outras organizações e movimentos de pessoas com deficiência na luta por seus direitos.
  • Núcleo de Oficiais de Justiça e Avaliadores Federais – NOJAF: composto pelos integrantes da diretoria, representantes de base e de todos os sindicalizados e todas as sindicalizadas desta área de atividade. Possui as seguintes atribuições: Organizar os trabalhadores Oficiais de Justiça Avaliadores Federais em suas reivindicações específicas; Reivindicar condições propícias para exercer as atribuições do cargo; elaborar e encaminhar à direção políticas específicas para a área; Participar de atividades regionais e nacionais da área; Realizar no mínimo um encontro mensal.
  • Núcleo de Agentes de Segurança – NAS: composto pelos integrantes da diretoria, representantes de base e de todos os sindicalizados e todas as sindicalizadas desta área de atividade. Possui as seguintes atribuições: Reivindicar condições propícias para exercer as atribuições do cargo, como treinamento, instrumentalização e capacitação; Consolidar e manter a Gratificação de Atividade de Segurança – GAS; Organizar os trabalhadores Agentes de Segurança em suas reivindicações específicas; Combater a terceirização na segurança judiciária; Discutir a criação de uma polícia judicial; Realizar no mínimo um encontro do segmento por mês.
  • Núcleo de Gênero e Raça – composto pelos integrantes da diretoria, representantes de base e de todos os sindicalizados e sindicalizadas militantes da área. Possui as seguintes atribuições: Combater o sexíssimo, o machismo, o racismo e a homofobia no Judiciário Federal e na sociedade; Elaborar e encaminhar reivindicações que favoreçam o fim das discriminações nas relações de trabalho e no movimento sindical; Articular-se no movimento sindical e com movimentos sociais sobre temas afins.
  • Núcleo de Tecnologia de Informação e Comunicação – NTIC: O Núcleo de NTIC é composto pelos coordenadores e de todos os sindicalizados da área. Possui as seguintes atribuições: Lutar pela valorização da área de Informática, como área essencial para o bom funcionamento das justiças federais; Lutar pela valorização dos profissionais concursados que atuam na área de Informática das justiças federais; Unir e organizar todos os profissionais da área de Informática das justiças federais; Ajudar a administração para tornar a Informática das justiças federais mais eficiente; Conseguir apoio permanente da administração e do sindicato para questões relevantes da área da Informática, como: a) realização de cursos com a frequência necessária para desempenho das nossas atividades; b) concurso regulares para a área de Informática; Diminuir a terceirização na área de Informática; Promover o intercâmbio de conhecimento entre os diversos órgãos de Informática das justiças federais; Discutir e propor soluções para todas as questões relativas à área de Informática das justiças federais; Discutir questões referentes à saúde dos trabalhadores da área de Informática.