SINDICATO DOS SERVIDORES DAS JUSTIÇAS FEDERAIS NO ESTADO DO RIO DE JANEIRO
Instagram YouTube

Funcionamento e Estrutura

FUNCIONAMENTO:

  1. A reunião de diretoria é convocada uma vez  o mês ordinariamente; e,
  2. Extraordinariamente toda vez que se fizer necessário.
  3. Reuniões de departamentos e núcleos seguem a mesma dinâmica.

 

DA DIRETORIA:

Estatutariamente a executiva da diretoria do SISEJUFE é composta pelos seguintes cargos:

  1. Diretor Presidente;
  2. Diretor Vice-Presidente;
  3. Diretor de Administração de Recursos Financeiros (Tesoureiro);
  4. Diretor de Administração e Recursos Humanos e Materiais;
  5. Diretor de Negociação e Jurídico;
  6. Diretor de Ligação com Associados, Entidades, Sindicais e de Classe (Movimentos Sociais), e;
  7. Diretor de Secretaria (Secretaria Geral).
  8. Além dos cargos estatutários, compõe a Executiva, a coordenação de Acessibilidade e Inclusão e a Coordenação de Representantes Sindicais, Interior e Formação.
  9. Demais membros eleitos, juntamente com a Executiva, compõe a diretoria colegiada para o triênio.

 

DOS DEPARTAMENTOS:

Compõe a estrutura do SISEJUFE os seguintes Departamentos:

 

Departamento de Administração é Finanças: composto pela Executiva mais 02 Diretores Executivos; Tem as seguintes atribuições: Zelar pelo patrimônio do sindicato; Gerir os recursos financeiros;  Gerir os recursos humanos e materiais; Acompanhar e dar suporte ao Conselho Fiscal; Organizar a assembleia anual de prestação de contas; Planejar, coordenar e executar o orçamento anual, de acordo com o cronograma de ações aprovado em assembleia geral. Estabelecer parcerias e convênios para categoria.

 

Departamento Jurídico: formado por membros da diretoria colegiada com as seguintes atribuições: Coordenar, orientar e encaminhar as ações jurídicas da categoria; Acompanhar os procedimentos jurídicos dos Tribunais Superiores e Conselhos Nacionais; Acompanhar as jurisprudências da categoria e dos movimentos sociais; Representar o sindicato no Coletivo Nacional Jurídico da Fenajufe.

 

Departamento de Imprensa: formado por membros da diretoria colegiada com as seguintes atribuições: Coordenar e executar a edição dos veículos de comunicação do sindicato; Participar das atividades nacionais de comunicação da federação; Representar a diretoria nos eventos de comunicação do movimento social; Responsável pela edição de cartilhas, boletins, camisetas, faixas, todo e qualquer material gráfico, impresso ou via online; Alimentar e atualizar a página da internet; Alimentar e atualizar as mídias sociais e o aplicativo do Sisejufe.

 

Departamento de Saúde e Combate ao Assédio Moral: formado por membros da diretoria colegiada com as seguintes atribuições: Discutir, formular e encaminhar lutas por melhores condições e relações de trabalho visando a saúde dos trabalhadores do judiciário; Apoiar os servidores com orientação e acompanhamento, inclusive com assessoria técnica e jurídica, nas questões relativas à saúde e condições de trabalho; Reivindicar condições de trabalho adequadas para os serviços médicos dos tribunais e tratamento justo para os trabalhadores com problemas de saúde; Combater o assédio moral em todas as suas formas; Lutar permanentemente pelo estabelecimento de Políticas de Prevenção à Saúde do Trabalhador; Lutar pela redução da jornada de trabalho.

 

Departamento dos Movimentos Sociais: formado por membros da diretoria colegiada com as seguintes atribuições: Estabelecer relação com o conjunto dos movimentos sociais; Participar das atividades e coletivos que congregam as diversas frentes dos movimentos sociais, em especial das organizações dos trabalhadores e trabalhadoras. Recepcionar, analisar e encaminhar dentro da diretoria os pedidos de apoio político e financeiro do movimento social de forma ampla e do movimento sindical em suas pautas conjuntas.

 

Departamento de Aposentados e Pensionistas: O Departamento de Aposentados e Pensionistas é composto pelos integrantes da diretoria e representantes que estão aposentados, bem como por todos os aposentados e pensionistas filiados.  Atribuições: programar e implementar a política de aposentados e pensionistas nos fóruns locais e nacionais; Encaminhar a luta pela aposentadoria digna e valorizada, com paridade com os ativos; participar de eventos, seminários, congressos e demais atividades que formulem, debate e instituam políticas de proteção e ampliação dos direitos dos aposentados e pensionistas, bem como dos direitos da pessoa idosa. Incentivar e promover a organização dos servidores aposentados, integrando-os nas atividades do sindicato; organizar e fomentar atividades de integração e lazer para os participantes do DAP.

 

Departamento de Cultura – formado por membros da diretoria, o departamento de cultura tem como atribuições: estruturar o departamento de cultura como espaço estratégico de atração dos servidores para participação das ações do sindicato. Consolidar um projeto de cultura que explore todas as formas de expressão cultural; Ampliar a diversificação na programação cultural do SISEJUFE; Levar as ações do departamento de cultura para os foros da capital e do interior; Estabelecer atividades culturais periódicas dentro dos espaços do sindicato.

 

Departamento de Gênero e Raça – composto pelos integrantes da diretoria, representantes de base e de todos os sindicalizados e sindicalizadas que desejem militar nesta área. Possui as seguintes atribuições: Combater o sexíssimo, o machismo, o racismo e a homofobia no Judiciário Federal e na sociedade; Elaborar e encaminhar reivindicações que favoreçam o fim das discriminações nas relações de trabalho e no movimento sindical; Articular-se no movimento sindical e com movimentos sociais sobre temas afins.

 

Departamento de Esporte e Lazer – Ampliar ações de estimulo à prática de esporte e de atividades que elevem a qualidade de vida, através de ações transversais de lazer e saúde; Organizar atividades esportivas e de lazer com finalidade de construir maior integração entre  os filiados; Planejar  e executar, em parceria com departamentos e núcleos, atividades culturais e de lazer para os polos da categoria na capital e no interior;  Parcerias com os departamentos e com outras instituições para construção de atividades de lazer, de cultura e de formação;

 

Contratos e Convênios – formado por membros da diretoria colegiada com as seguintes atribuições: Acompanhamento permanente da gestão de contratos de convênios do Sisejufe. Busca e assinaturas de contratos com base nas demandas por novos convênios em áreas de interesse dos filiados; Fiscalização do funcionamento dos convênios existentes para garantir ao filiado os benefícios divulgados; Atualização periódica da lista de convênios contratados para inclusão de novos contratos e exclusão dos que não estão mais em vigor.  

 

Coordenação de Representantes Sindicais, Interior e Formação: formado por membros da diretoria colegiada com as seguintes atribuições: Criação das coordenadorias regionais para o acompanhamento e o encaminhamento das demandas do interior, baixada e região metropolitana; Parcerias com as outras coordenações para ampliação das políticas para os servidores do interior, tais como: programa de pós-graduação e de cursos de capacitação on-line para obtenção de AQ, periodicidade das oficinas de saúde levando a política de prevenção de saúde para o interior, ampliação dos convênios de interesse do servidor com foco nas cidades do interior, assembleias regionais, atividades em parceria com os departamentos de cultura e Esporte e Lazer (botequins do interior, torneio de futebol, atividades de integração); Organizar atividades de formação sindical para diretoria, representantes sindicais, lideranças da categoria e demais interessados; atividades de integração e apresentação do sindicato para os servidores, demonstrando o real papel do sindicato nas lutas da classe trabalhadora; seminários sobre organização sindical para dar conhecimento à categoria sobre o papel das entidades que organizam as lutas gerais (centrais sindicais, federações, sindicatos).Organizar seminários, cursos e oficinas de formação; ampliar o leque de atividades nas áreas de formação, visando à diversificação, más sem perder a continuidade das atividades de formação consolidadas como preferenciais pela categoria. Consolidação do departamento de Formação e Capacitação Profissional como referência em processos de capacitação e qualificação para categoria e para os demais segmentos.

 

Departamento de Acessibilidade e Inclusão – é composto pelos integrantes da diretoria e de todos os sindicalizados da área afins. Possui as seguintes atribuições: Elaborar e encaminhar à direção políticas específicas para a área; Organizar os servidores com deficiência e recebê-los em suas reivindicações; Articular-se com outras organizações e movimentos de pessoas com deficiência na luta por seus direitos, realizar levantamento das condições de acessibilidade dos foros das Justiças, participar das Comissões de Acessibilidade dos ramos das Justiças Federais para elaborar, debater e fiscalizar a implantação de políticas de Acessibilidade e inclusão para servidores e usuários do PJU.

 

Núcleos de Atividade:

 

Núcleo de Oficiais de Justiça e Avaliadores Federais – NOJAF: composto pelos integrantes da diretoria, representantes de base e de todos os sindicalizados do segmento. Possui as seguintes atribuições: Organizar os trabalhadores Oficiais de Justiça Avaliadores Federais em suas reivindicações específicas; Reivindicar condições propícias para exercer as atribuições do cargo; Elaborar e encaminhar à direção políticas específicas para a área; Participar de atividades regionais e nacionais da área; Realizar ordinariamente encontros a cada dois meses.

 

Núcleo de Agentes de Segurança – NAS: composto pelos integrantes da diretoria, representantes de base e de todos os sindicalizados do segmento. Possui as seguintes atribuições: Reivindicar condições propícias para exercer as atribuições do cargo, como treinamento, instrumentalização e capacitação; Consolidar e manter a Gratificação de Atividade de Segurança – GAS; Organizar os trabalhadores Agentes de Segurança em suas reivindicações específicas; Combater a terceirização na segurança judiciária; Discutir a criação de uma polícia judicial; Realizar no mínimo um encontro do segmento por mês.

 

Núcleo de Organização e Mobilização por Local de Trabalho – O Núcleo é composto pelos diretores, representantes sindicais e de todos os sindicalizados que atuam na organização e mobilização dos locais de trabalho. Tem como atribuições organizar, em parceria com departamentos e núcleos e em especial com a Coordenação de Representantes Sindicais, Interior e Formação, o trabalho de organização e mobilização da categoria nas diversas frentes, ações e lutas, sejam gerais e/ou especificas. Construir parcerias com demais entidades sindicais no estado do Rio de Janeiro para atuação conjunta nas lutas gerais e em pautas dos servidores públicos. Construir parcerias para uso de espaço e logística, quando necessário, para organização de atividades no interior, baixada e metropolitana. Planejamento e organização, em parceria com outros departamentos e núcleos, da logística e atividades nos locais de trabalho, tanto na capital como no interior.

 

Núcleo de Acompanhamento Institucional e Parlamentar – O Núcleo é composto pelos diretores, representantes sindicais que atuem no monitoramento de ações e projetos do Judiciário e do Legislativo que impactem nos trabalhadores de uma forma geral, dos servidores públicos em especial e especificamente cuidar dos impactos gerados aos servidores do PJU. Acompanhamento de projetos de lei, resoluções, portarias e demais normatizações que impactam sobre a categoria.

 

Coletivo de Técnicos Judiciário (COTEC/RJ) – Formado por diretores, representantes sindicais e servidores ocupantes do cargo de técnico judiciário para propor políticas de valorização do cargo de Técnico Judiciário, entre elas a defesa da mudança da exigência de ingresso para o cargo, com o requisito de nível superior.

 

Coletivo de Analistas Judiciário – Formado por diretores, representantes sindicais e servidores ocupantes do cargo de Analista Judiciário para propor políticas de valorização ao cargo.

 

Núcleo de Carreira e Relações de Trabalho – Formado por diretores e representantes sindicais e demais filiados que militam na área, tendo as seguintes atribuições: Formular, discutir e propor à direção e ao GNT da Fenajufe propostas de atualização/reestruturação da Carreira dos servidores do PJU. Discutir e elaborar sobre questões vinculadas ao fazer, ao desenvolvimento e a valorização dos cargos e atividades funcionais dos servidores do judiciário Federal. Debater, analisar e propor sobre questões afetas à politica de gestão de pessoas dos tribunais e dos servidores públicos de forma geral.