SINDICATO DOS SERVIDORES DAS JUSTIÇAS FEDERAIS NO ESTADO DO RIO DE JANEIRO
Instagram YouTube

Quarta-feira, 15 de maio: Greve Geral da Educação

Professores, funcionários e estudantes se mobilizam contra a Reforma da Previdência, os cortes no orçamento e por liberdade em sala de aula

Nesta quarta-feira (15/5), os profissionais das redes pública e privada do Rio de Janeiro vão participar da Greve Geral contra o fim da aposentadoria e os cortes no orçamento da Educação pelo Governo Bolsonaro e ainda por liberdade de cátedra em sala de aula (contra o projeto Escola Sem Partido). Juntamente com estudantes, será realizado um grande ato na Candelária, com concentração às 15h, seguido de caminhada até a Central do Brasil, com início previsto para às 17h.

A Reforma da Previdência do Governo Bolsonaro, que aumenta o tempo de contribuição e a idade mínima, inviabilizaria a aposentadoria no país. As professoras seriam as mais penalizadas pela proposta. Além de terem de trabalhar mais 10 anos, elas terão de contribuir obrigatoriamente cinco anos a mais para garantir o acesso a 80% do benefício previdenciário. Para ter direito ao valor integral, a contribuição mínima passaria dos atuais 25 anos para 40 anos, totalizando 15 anos a mais de contribuição. “Como se não bastasse isso, o governo, com o corte de até 30% em investimentos para a educação, demonstra total descaso com o futuro do país”, lamenta a diretora do Sisejufe Lucena Pacheco, que também é coordenadora da Fenajufe. Por isso, o Sisejufe se solidariza com os educadores e está chamando os colegas do Judiciário para que participem das atividades desta quarta. A mobilização faz parte do Calendário de Lutas da Fenajufe, como atividade preparatória para a Greve Geral do dia 14 de junho.

A organização da mobilização pede que as pessoas levem livros para os atos locais de núcleos e regionais e para a Candelária, sob forma de doação, para serem distribuídos à população. “Também é muito importante a participação dos servidores de outras regiões do estado”, ressalta Lucena.

Veja as atividades programadas para este dia na capital:

  • Pela manhã, atos locais de núcleos e regionais
  • Das 12h às 14h – Protocolaço na prefeitura para agentes educadores, merendeiras e secretários das escolas municipais do Rio
  •  Às 15h – concentração para o ato na Candelária, com produção coletiva de camisetas e cartazes e atividades para as crianças
  •  Às 17h – passeata rumo à Central do Brasil

Outras mobilizações:

Itaocara – Calçadão – 9h

Nova Iguaçu – Praça Rui Barbosa – 10h

Angra dos Reis – Praça do Papão – 10h

Volta Redonda – Praça da Prefeitura – 10h

Barra do Piraí – Praça da avenida Nilo Peçanha – 10h

Resende – Calçadão – 10h30

Itatiaia – Câmara de Vereadores – 11h

Barra Mansa – Prefeitura – 12h