SINDICATO DOS SERVIDORES DAS JUSTIÇAS FEDERAIS NO ESTADO DO RIO DE JANEIRO
Instagram YouTube

Mulheres se unem contra a Reforma da Previdência, nesta quinta (11/4), na Câmara dos Deputados. Diretoras do Sisejufe participam do ato

Mulheres de todo o Brasil vão ocupar a Câmara dos Deputados, em Brasília, nesta quinta-feira (11/4), em um ato contra a Reforma da Previdência. A mobilização – promovida pela Liderança da Minoria, Comissão de Defesa dos Direitos da Mulher e a Frentre Parlamentar em Defesa dos Direitos da Mulher – terá a participação das diretores do Sisejufe Fernanda Lauria, Helena Guimarães Cruz, Jovelina Alves da Silva, Lucilene Lima e Mariana Petersen. Também farão parte do evento movimentos sociais, sociedade civil e centrais sindicais.

“As mulheres são as mais afetadas por esta reforma nefasta do governo Bolsonaro. Então, temos que estar unidas contra esse retrocesso absurdo que esse governo tenta impor. Não existe fórmula mágica: a única maneira que temos de barrar esse projeto é indo para as ruas, ocupando os espaços e lutando até o fim”, afirmou a diretora Fernanda Lauria.

A atividade, chamada ‘Mulheres Unidas em Defesa da Aposentadoria’ servirá para potencializar a pressão junto aos parlamentares contra a PEC 6/2019, que retira dos brasileiros e brasileiras o direito a uma velhice com dignidade. A proposta de Reforma da Previdência do governo Bolsonaro é extremamente perversa com todos os trabalhadores e trabalhadoras, tanto da iniciativa privada, quanto do serviço público, mas com as mulheres é ainda pior, já que não leva em conta a dupla ou até tripla jornada de trabalho.

MEDIDAS EXIGIRÃO MAIS SACRIFÍCIO DAS MULHERES

Nota técnica nº 202 do Dieese/Anfip destaca que “As mulheres serão afetadas tanto pela elevação da idade mínima quanto pelo aumento do tempo mínimo de contribuição e, mais ainda, pela combinação desses requisitos. Para piorar o cenário, a reforma ainda as penalizará, sem distinção, com perdas significativas nos valores dos benefícios, em função de alterações nas regras de cálculo”.

Informações:

Mulheres Unidas em Defesa da Aposentadoria

Dia 11/4, às 9h

No Auditório Nereu Ramos, Câmara dos Deputados