SINDICATO DOS SERVIDORES DAS JUSTIÇAS FEDERAIS NO ESTADO DO RIO DE JANEIRO
Instagram YouTube

Sisejufe confirma participação em Ato Nacional e cria ofensiva nas redes sociais em Defesa da Justiça do Trabalho

Sindicato e entidades que atuam na JT irão definir cronograma de participação em atos e manifestações no Estado

Diretores do Sisejufe se reuniram, nesta quinta-feira (10/01), a fim de discutir estratégias para enfrentar a ameaça de extinção da Justiça do Trabalho. Foi deliberado que será criada uma ofensiva nas redes sociais, que inclui a confecção de uma página no Facebook na qual os servidores poderão compartilhar os textos ali publicados.

“Os que querem extinguir a Justiça do Trabalho estão difundindo mentiras que, muitas vezes repetidas, acabam virando verdades. Portanto, as verdades têm de ser também muitas vezes repetidas. Empresários que têm interesse em extinguir a JT podem contratar empresas para viralizar as mentiras, mas nós servidores podemos fazer um trabalho muito mais intenso e eficaz divulgando as verdades “, afirma o servidor do TRT1 e diretor do sindicato, Amauri Pinheiro.

Calendário de ações

No encontro, a diretoria também levantou as propostas que levará à reunião marcada para o dia 15 de janeiro com entidades que representam os magistrados, procuradores, advogados e servidores. Neste dia, será definido um cronograma de participação em atos e manifestações no Estado.

Informativo  

Outro ponto deliberado na reunião desta quinta-feira foi a criação de um informativo Fique por Dentro para ser distribuído a partir do dia 16 de janeiro aos servidores. Os diretores correrão as dependências do TRT para conversar com a categoria e divulgar os atos previstos.

O Sisejufe vai encaminhar ainda um ofício à Fenajufe cobrando a realização de um Encontro Nacional de diretores sindicais que sejam servidores do TRT. Este encontro, proposto pela delegação do Rio, foi aprovado na 22ª Plenária Nacional da Federação, realizada em agosto de 2018.

Ato Nacional

Os diretores também decidiram pela participação no Ato Nacional em Defesa da Justiça do Trabalho, convocado por um conjunto de entidades que atuam no Judiciário, servidores e sociedade civil, que acontecerá no dia 5 de fevereiro, em Brasília.

” É crucial nossa participação em atos nacionais em defesa da Justiça do Trabalho, especialmente por serem em Brasília, para pressionar o Executivo e o Congresso. A construção da luta com as entidades de âmbito nacional é estratégica para derrotarmos esse projeto”, diz o diretor Ricardo Quiroga.

Também participaram da reunião no Sisejufe os diretores Lucilene Lima de Jesus, Rodrigo Alcântara e Ronaldo das Virgens, que é coordenador da Fenajufe; os representantes de base, Fabio de Jesus Oliveira e João Victor Albuquerque; e a representante dos servidores no Comitê de Gestão de Pessoas do TRT1, Fabiana Baptista.