SINDICATO DOS SERVIDORES DAS JUSTIÇAS FEDERAIS NO ESTADO DO RIO DE JANEIRO
REDES SOCIAIS
YouTube

Servidores do TRT, representados pelo Sisejufe, exigem que recurso contra Ato 55 seja pautado pelo Órgão Especial

Diante do total descaso da Presidência do Tribunal Regional do Trabalho (TRT) do Rio, a luta do funcionalismo tem como foco agora a inclusão da análise do voto do desembargador Marcos Cavalcante, que trata do recurso administrativo do Sisejufe contra o Ato 55/2017, na pauta da sessão do Órgão Especial.  Cavalcante é relator do recurso do  sindicato pela revogação da medida que estende a jornada de trabalho dos servidores do TRT para oito horas diárias com mais uma hora obrigatória de almoço.

Servidores do TRT e diretores do Sisejufe participaram da manifestação no Órgão Especial

Servidores do TRT e diretores do Sisejufe participaram da manifestação no Órgão Especial

O fato é que para que possa ser votado, o recurso precisa constar na pauta e a indefinição para incluir o assunto para análise dos demais desembargadores já vem se arrastando há várias semanas.

Nesta quinta-feira (31/8), mais uma vez um grupo de servidores do TRT demonstrou a insatisfação com a demora do presidente do tribunal, desembargador Fernando Antonio Zorzenon, em pautar o parecer do relator. Como tem sido de costume, os funcionários, munidos de cartazes, acompanharam a sessão do Órgão Especial para pressionar os magistrados a tratarem do assunto. Desde o mês de maio, a direção do Sisejufe organiza os protestos durante a reunião dos magistrados toda vez que há sessão.

“Nós sabemos que o parecer do desembargador Marcos Cavalcante está liberado desde o dia 4 de agosto. Mas o presidente do tribunal vem protelando sem justificativas a inclusão do recurso do sindicato para ser analisado. Por conta disso, não podemos esmorecer e temos, mais do que nunca, pressionar para que o parecer seja pautado o quanto antes”, afirma Mônica Santana, diretora eleita do Sisejufe para a gestão 2017/2020.

A demora do voto ser pautado, segundo informações que circulam pelos corredores do tribunal, estaria ligada à possibilidade de o presidente do TRT apresentar um novo ato em substituição ao anterior. Os comentários entre os próprios funcionários lotados no Órgão Especial era de que o desembargador Zorzenon, ciente do teor do parecer do relator do caso, revogaria o Ato 55 e apresentaria um outro. Ocorre que nenhum novo ato, em substituição ao Ato vigente, foi publicado e nem o recurso do Sisejufe foi pautado para a sessão do dia 31 de agosto.

Diretores do sindicato se reuniram com servidores após a manifestação

Diretores do sindicato se reuniram com servidores após o protesto

Ao fim da manifestação, os diretores do Sisejufe Ricardo Quiroga e Amauri Pinheiro, além de Mônica  Santana, se reuniram com alguns dos servidores que participaram do ato na sessão do Órgão Especial do TRT. No rápido bate-papo, foi ressaltada a importância de se continuar mobilizado para forçar a inclusão na pauta do parecer do relator sobre o recurso administrativo do Sisejufe contra o Ato 55.

 

 

 

 

 

 

Fonte:   Texto e fotos Max Leone – Imprensa Sisejufe

Compartilhe