SINDICATO DOS SERVIDORES DAS JUSTIÇAS FEDERAIS NO ESTADO DO RIO DE JANEIRO
REDES SOCIAIS
YouTube

Coral do Sisejufe faz apresentação histórica no MAM

O público presente apreciou a performance do Coral do Sisejufe no MAM

O público presente apreciou a performance do Coral do Sisejufe no MAM

Diante de uma plateia animada, o Coral do Sisejufe fez uma apresentação, no domingo (27/8), com repertório variado, passando pela MPB, forró, baião, samba das antigas, como ‘A Voz do Morro’, de Zé Ketti, e modernos, como ‘Deixa a Vida me Levar’, de Zeca Pagodinho. ‘A Paz’, de Gilberto Gil e João Donato, e ‘Anunciação’, de Alceu Valença, não ficaram de fora. E a irreverência de Tim Maia foi lembrada na música ‘Não Quero Dinheiro’.

 

 

Coral do Sisejufe foi acompanhado pelo casal de dançarinos Tatiana Braz e Raphael Meira

Coral do Sisejufe foi acompanhado pelo casal de dançarinos Tatiana Braz e Raphael Meira

 

A performance teve um sabor especial e uma responsabilidade a mais: o cenário foi o auditório do Museu de Arte Moderna do Rio (MAM). Foi um convite inédito para participar do consagrado projeto ‘Música no Museu’.

“É um marco histórico do nosso coral”, garante o maestro Eduardo Feijó.

Ao som de ‘O Sol Nascerá’, de Cartola, o Coral do Sisejufe foi acompanhado pelo casal de dançarinos Tatiana Braz e Raphael Meira, que já passaram por grandes companhias de dança. “Foi uma experiência fantástica. Eu também faço canto. Então, poder dançar no compasso dessas vozes lindas e num lugar legal como o MAM, é uma grande inspiração”, afirmou Raphael Meira.

O Coral do Sisejufe dividiu o palco com o percussionista Naif Simões

O Coral do Sisejufe dividiu o palco com o percussionista Naif Simões

Além dos dançarinos, o Coral dividiu o palco com o percussionista Naif Simões. “Foi tudo perfeito. Esse momento que a gente vive em nosso país é essencial manter a cultura viva”, disse o espectador Gustavo Lunz.

20 anos de Música no Museu

Idealizado por Sérgio Costa e Silva, o projeto ‘Música no Museu’ foi inaugurado em 1997 no MNBA com espetáculo do violonista Turíbio Santos. Hoje, conta com 42 dos melhores Museus e Centros Culturais, além de lindas igrejas cariocas. São realizados concertos até fora do Brasil. Em 2017, estão sendo lembrados os 130 anos de Villa-Lobos e 120 anos de Francisco Mignone.

“Essa apresentação é a nossa primeira com repertório completo num projeto de vulto nacional e até premiado fora do país. É o coroamento da nossa trajetória. Só grandes instrumentistas participam. Estou muito feliz”, comemora o maestro Feijó.

Ao final do evento, o Coral do Sisejufe foi convidado para voltar ao MAM em dezembro para um concerto de Natal.

O Coral do Sisejufe foi convidado para nova apresentação em dezembro

O Coral do Sisejufe foi convidado para nova apresentação em dezembro

“Estou realmente tomada de muita emoção. Esse dia será inesquecível”, resumiu a diretora do Sisejufe e integrante do Coral, Lucena Pacheco.

 

 

 

 

 

 

 

Fonte: Texto e fotos Tais Faccioli, especial para Imprensa Sisejufe

Compartilhe