SINDICATO DOS SERVIDORES DAS JUSTIÇAS FEDERAIS NO ESTADO DO RIO DE JANEIRO
REDES SOCIAIS
YouTube

Servidores do TRT e diretoria do Sisejufe mantêm pressão sobre Órgão Especial pela revogação do Ato 55

IMG_8231

A pressão para revogar o Ato 55 do Tribunal Regional do Trabalho (TRT) do Rio continua forte e não vai parar tão cedo.  Centenas de servidores voltaram a lotar nessa quinta-feira (1/6) o auditório do prédio da Antônio Carlos para reivindicar ao Órgão Especial do TRT  a derrubada do ato que institui de maneira antidemocrática uma jornada maior de trabalho para o funcionalismo. A luta pela revogação é para retomar a jornada original de sete horas ininterruptas ou oito horas, incluindo o intervalo intrajornada,  e contra a elevação para oito horas mais uma de almoço, totalizando nove horas.

Pela segunda vez, como ocorreu no dia 18 de maio, servidores do tribunal e diretores do Sisejufe empunharam cartazes e faixas em protesto contra a adoção da jornada de trabalho maior. De acordo com o diretor do sindicato Ricardo Quiroga, a mobilização será mantida até a revogação do Ato 55.IMG_8217

 

“Queremos a revogação imediata do Ato 55. Não vamos esmorecer enquanto não conseguirmos nosso intuito”, reiterou Quiroga.

Muitos servidores vestiram roupa preta em sinal de luto e para demonstrar o total descontentamento com a decisão do presidente do tribunal. Uma grande faixa, confeccionada pelo sindicato, foi exposta. Ao final da sessão do Órgão Especial, diretores do Sisejufe e servidores levaram a faixa para bem próximo de onde os desembargadores costumam ficar.

Além de Ricardo Quiroga, participaram da manifestação dos servidores do TRT, os diretores do Sisejufe Lucena Pacheco, Neli Rosa e Amauri Pinheiro.IMG_8230

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Fonte: Texto e fotos Max Leone – Imprensa Sisejufe

Compartilhe