SINDICATO DOS SERVIDORES DAS JUSTIÇAS FEDERAIS NO ESTADO DO RIO DE JANEIRO
REDES SOCIAIS
YouTube

Fonasefe prepara Greve Geral convocada para 30 de junho

As Entidades Nacionais dos Servidores Públicos Federais reuniram-se mais uma vez na quarta-feira (7/6), para discutir o cenário extremamente adverso ao segmento e estratégias de reação contra as reformas tocadas pelo governo no Congresso Nacional. A Fenajufe também participou da reunião.

A avaliação do Fórum é que as propostas atingem não apenas os servidores, mas o conjunto de trabalhadores e a sociedade como um todo do país. Para fortalecer a resistência aos ataques e o avanço da retirada de direitos  patrocinada por um Congresso comprometido com o empresariado,  a mobilização dos trabalhadores é a saída. Mais uma vez foi reafirmada a necessidade de fortalecimento dos Fóruns Estaduais dos Servidores Públicos.

Convocada pelas centrais para 30 de junho, a Greve Geral será mais um momento de construção da unidade entre os trabalhadores brasileiros. A primeira aconteceu em 28 de abril e teve o  #OcupaBrasília como palco dos protestos. O Fonasefe questiona as centrais sobre o motivo de realizar uma paralisação de apenas 24 horas. O Fórum defende a Greve Geral de 48 horas. Um “esquenta” da Greve Geral está previsto para o dia 20 de junho, terça-feira, com programação sendo elaborada.

Outro tema discutido foi a promoção de uma campanha nacional de valorização do servidor público junto à sociedade. Esta é uma das estratégias de contraposição ao discurso do governo, que joga nas costas dos servidores públicos a responsabilidade pelo rombo nos cofres públicos federais, estaduais e municipais. É um discurso desonesto que precisa ser combatido.

Ataque à estabilidade dos SPFs

Proposta da Fenajufe aprovada pelas entidades, o Fórum se posicionou contrário ao PLS 116/17, da senadora Maria do Carmo Alves (DEM-SE). O projeto propõe o fim da estabilidade dos servidores dos três poderes da República — Executivo, Legislativo e Judiciário, nas esferas federal, estadual e municipal. Uma nota pública contra a proposta foi elaborada e aguarda aprovação dos integrantes do Fonasefe. A Fenajufe orienta os sindicatos a intensificarem as mobilizações contra os ataques aos direitos dos trabalhadores e trabalharem pelo fortalecimento dos Fóruns Estaduais dos SPFs.

A próxima reunião do Fonasefe acontece na terça-feira (13/6), a partir das 15 horas, na sede do Andes-SN.

Compartilhe