SINDICATO DOS SERVIDORES DAS JUSTIÇAS FEDERAIS NO ESTADO DO RIO DE JANEIRO
REDES SOCIAIS
YouTube

Paralisação em 15 de março do Judiciário Federal marcará Dia Nacional de Luta e Mobilização contra a Reforma da Previdência

A luta contra a PEC 287, que trata da Reforma da Previdência, será intensificada. E o próximo passo na campanha contra as mudanças nas regras da aposentadoria que atingem em cheio servidores públicos e trabalhadores da iniciativa privada,  prejudicando com mais ênfase as mulheres, será a paralisação do pessoal do Judiciário Federal em todo o país em 15 de março. A data é o Dia Nacional de Luta e Paralisações e Mobilização contra a Reforma da Previdência.

A atividade foi aprovada na Reunião Ampliada da Fenajufe de 19 de fevereiro e faz parte do calendário de lutas dos servidores do Poder Judiciário Federal e Ministério Público da União contra a Reforma da Previdência. A ideia é que as atividades acompanhem a tramitação da PEC 287/16.

No Rio, a direção do Sisejufe prepara uma intensa mobilização em todo estado com distribuição material de conscientização à população e paralisação de duas horas nos locais de trabalho. A concentração dos servidores está marcada para às 15h, em frente aos tribunais e fóruns. Os servidores do Tribunal Regional do Trabalho (TRT) marcaram ponto de encontro na porta do prédio da Lavradio e vão sair em caminhada até a Candelária, local que reunirá todos os manifestantes.

O calendário de lutas contra a Reforma da Previdência prevê ainda caravanas a Brasília nos dias 28 de março – quando deve ocorrer a votação da PEC 287 em 1º turno – 6 de abril – previsão para a votação em 2º turno.

No dia 8 de abril está marcada reunião Ampliada da Fenajufe, com indicação de mais uma edição do seminário contra a Reforma da Previdência, com enfoque no impacto sobre as mulheres e direito de greve e também do seminário contra a Reforma Trabalhista.

 

Fonte: Max Leone – Imprensa Sisejufe

Compartilhe