SINDICATO DOS SERVIDORES DAS JUSTIÇAS FEDERAIS NO ESTADO DO RIO DE JANEIRO
REDES SOCIAIS
YouTube

Crise na Câmara e votação de impeachment empurram PL 2648 para a próxima semana

O presidente do Sisejufe, Valter Nogueira, retornará a Brasília no início da próxima semana para continuar as articulações para garantir a votação do PL 2648 no Plenário da Câmara. A estratégia é manter a pressão em cima dos líderes partidários para não permitir que haja o adiamento da votação do projeto em um possível governo Temer.

“Essa semana por conta do processo de impeachment e da crise envolvendo o presidente interino da Câmara, Waldir Maranhão, não houve possibilidade de votação de qualquer matéria no Plenário, mesmo as remanescentes da semana anterior que permaneceram na pauta. Semana que vem, já provavelmente em outro governo, vamos continuar a movimentação. Não vamos admitir que o projeto, que já foi negociado como alternativa ao veto e que está no orçamento deste ano, não seja aprovado”, defende Valter.

Na avaliação dos dirigentes sindicais, o presidente do Supremo Tribunal Federal, ministro Ricardo Lewandowski, tem papel fundamental e precisa cobrar dos líderes a palavra empenhada de apoio ao PL.

Durante essa semana, em conversa com dirigentes, o líder do PSD Rogério Rosso reafirmou o que já havia dito em outras oportunidades: que o aumento contido na proposta foi autorizado pela Lei Orçamentária já aprovada pela Câmara e que os reajustes só terão efeito pleno em 2019. Rosso ressaltou ainda que a proposta em análise é uma resposta ao aumento vetado por Dilma Rousseff. “Não é pauta-bomba, é uma pauta justa com lastro orçamentário, que vai fazer o Brasil cada vez mais constituir seus poderes constitucionais”, afirmou.

Compartilhe