SINDICATO DOS SERVIDORES DAS JUSTIÇAS FEDERAIS NO ESTADO DO RIO DE JANEIRO
Instagram YouTube

Sisejufe convoca servidores do TRF para acompanhar, nesta quinta, Pleno que trata da perda de funções e redução do quadro

Nesta quarta-feira, diretores do Sisejufe estiveram com o presidente em exercício, Reis Friede

O Sisejufe convoca os servidores do Tribunal Regional Federal – 2ª Região (TRF) para que acompanhem a sessão do pleno que vai tratar da reestruturação da Secretaria Judiciária e da Subsecretaria de Turmas. A aprovação da resolução tem como consequências a perda de funções gratificadas, a redução do quadro nas Turmas e a lotação compulsória nos gabinetes. Os desembargadores estarão reunidos nesta quinta-feira (6/04), a partir das 13h.

Nesta quarta-feira, diretores do Sisejufe estiveram com o presidente em exercício, Reis Friede, para pedir a reconsideração da resolução que será apreciada no pleno. O desembargador explicou que as medidas anunciadas não são de sua autoria e informou que consultou os 27 desembargadores sobre o tema. Segundo Friede, outras propostas de reestruturação foram apresentadas, tendo sido aprovada a proposta que teria menor impacto junto aos servidores. Embora tenha reconhecido que no curto prazo alguns problemas possam surgir,  ele aposta que, a médio prazo, as medidas beneficiarão a todos, inclusive quem trabalha nas turmas, mesmo que nesse primeiro momento, acarrete alguns descontentamentos. “Não haverá perda de servidores e funções, mas tão somente a realocação dos mesmos”, acredita Friede. Em relação às perdas das funções gratificadas e da redução do quadro de lotação nas Turmas, haverá mera transferência entre setores do Tribunal”, afirmou.

“Não acredito que a resolução poderá trazer qualquer melhoria, seja para o servidor, seja para a população”, afirmou o diretor do Sisejufe, Edson Mouta. Para ele, o conjunto de medidas não está levando em conta a redução de estagiários e terceirizados, tampouco os servidores que estão se aposentando, cargos que não estão sendo repostos dadas as medidas  de contingenciamento orçamentário, além da medida carecer de maiores estudos. Nesse sentido, o diretor ressaltou a importância da categoria demonstrar seu descontentamento aos desembargadores reunidos no pleno.

A diretora Soraia Marca solicitou que a implementação da reestruturação seja adiada. Friede comprometeu-se em colocar essa questão junto aos outros desembargadores, no sentido de postergar sua efetivação em até 90 dias.

Também participaram da audiência, os diretores Ronaldo das Virgens e Lucena Martins.