SINDICATO DOS SERVIDORES DAS JUSTIÇAS FEDERAIS NO ESTADO DO RIO DE JANEIRO
Instagram YouTube

Servidores do Judiciário Federal mostram sua indignação na Alerj

Servidores do Judiciário Federal estiveram nesta sexta-feira (26) na Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj) para pressionar os senadores pela aprovação do PLC 28/15. Lindberg Farias (PT) e Marcelo Crivella (PRB) já se manifestaram favoravelmente, faltando apenas a declaração de Romário. No entanto, eles não compareceram à audiência pública que tratou do projeto de terceirização que tramita no Congresso Nacional (PLC 30/15). Esteve presente o Senador Paulo Paim (PT/RS), da base do governo, que declarou seu apoio. “Estarei em Brasília dia 30 para cobrar a votação do PLC 28/15.”

Representante do Sisejufe fala na tribuna da Alerj

Durante a audiência, foi aberta a tribuna para os trabalhadores. O diretor do Sisejufe, Amauri de Souza, falou em nome dos servidores do Judiciário Federal que estão em greve desde o dia 10 de junho. Ele relatou o sucateamento da Justiça “por meio do arrocho salarial de 120 mil brasileiros”. O diretor explicou ainda o impacto dessa política, que levaria a um processo de privatização do TRT. “Os trabalhadores têm o direito à defesa de seus direitos na Justiça do Trabalho.”

Diretoria tem encontro marcado com o Senador

DSC_0804

No final da atividade na Alerj, a diretora do Sisejufe, Fernanda Lauria, esteve com Paim. Ficou acertado um encontro da diretoria do sindicato com o senador antes da votação. O objetivo é garantir a aprovação do projeto de reposição salarial, impreterivelmente naquele dia. Um documento do Superior Tribunal de Justiça mostra uma perda salarial de 49% nos últimos nove anos.