SINDICATO DOS SERVIDORES DAS JUSTIÇAS FEDERAIS NO ESTADO DO RIO DE JANEIRO
REDES SOCIAIS
YouTube

Servidores Públicos Federais preparam-se para a Campanha Salarial Unificada 2015

O Fórum Nacional das Entidades de Servidores Públicos Federais voltou a se reunir no dia 22 de janeiro, na sede do Andes-SN, em Brasília. Na pauta, a organização da Reunião Ampliada do Fórum, que acontece nos dias 31 deste mês e 1º de fevereiro, os eixos da Campanha Salarial Unificada 2015 e a proposta de calendário de atividades, além de informes das entidades presentes.

Entre os principais encaminhamentos da reunião, destaque para a elaboração de uma carta listando os principais projetos e propostas em tramitação no Congresso Nacional que afetam positiva ou negativamente os servidores públicos, solicitando apoio à aprovação das matérias favoráveis e à rejeição do que for maléfico aos trabalhadores. O documento será entregue aos deputados e senadores no dia 2 de fevereiro, quando inicia o ano parlamentar. Nesta data será feito ato unificado no Congresso Nacional, além do ato já marcado pelos servidores do Judiciário no Supremo Tribunal Federal (STF).

 Outros encaminhamentos

Será também elaborado um documento político do Fórum de Entidades sobre as últimas medidas do governo Dilma que atacam os servidores públicos. As centrais sindicais(CSP CONLUTAS, CTB E CUT) vão faze o texto e apresentar na reunião ampliada para aprovação.

Também ficou decidido que estudo será feito para propor um índice de reposição salarial unificado para os SPFs, que servirá de base para que a Reunião Ampliada aprove qual será o índice de reposição salarial utilizado na Campanha Salarial. A dificuldade em chegar a um índice de consenso deve-se ao acúmulo das perdas salariais que vem se arrastando há tantos governos, que é preciso decidir a partir de que período será feito o cálculo. Uma comissão foi criada para recepcionar os estudos das várias entidades sobre as perdas salariais e apresentar este estudo.

As entidades decidiram também que é preciso pedir audiências no STF para conversar com os ministros sobre o julgamento da data base dos servidores, interrompida após o pedido de vista do ministro Dias Toffoli. Além dele, ainda não votaram os ministros Celso de Melo e Ricardo Lewandowski. O placar da votação aponta para quatro votos contra a data base e três favoráveis, mas os ministros ainda podem mudar de posição a partir dos argumentos das entidades.

As entidades indicaram que, na Reunião Ampliada, devem ser definidas as datas para o lançamento da Campanha Salarial Unificada 2015, além das primeiras atividades para cobrar do governo a reabertura de diálogo. Ficou indicado as datas entre 25 e 26 para fazer este lançamento em Brasília e em março uma jornada de lutas em março para cobrar do executivo, legislativo e judiciário. De uma coisa as entidades não têm dúvida nem divergência: a unidade na luta dos servidores é fundamental para enfrentar as ações do governo que retiram direitos dos trabalhadores e o processo de desmonte do serviço público, sobretudo com o crescimento das terceirizações e privatizações.

“A reunião do Fórum de Entidades foi bastante representativa e várias entidades farão reuniões, plenárias já no mês de janeiro, o que demonstra que os últimos ataques do governo Dilma, desde sua reeleição, deixam em alerta todos os trabalhadores do serviço público e a necessidade de um grande processo de mobilização em 2015.” ,avalia Saulo Arcangeli.

 

Fonte: Fenajufe

Compartilhe