SINDICATO DOS SERVIDORES DAS JUSTIÇAS FEDERAIS NO ESTADO DO RIO DE JANEIRO
Instagram YouTube

Judiciário Federal do Rio decreta estado de greve

Categoria é contra um projeto do STF que pretende dividir os servidores, de acordo com tribunais superiores e inferiores

Alessandra Horto

Rio – Os servidores do Poder Judiciário Federal no Rio decretaram estado de greve na assembleia convocada pelo Sindicato dos Servidores das Justiças Federais no Estado do Rio (Sisejufe). A categoria é contra um projeto do Supremo Tribunal Federal (STF) que pretende dividir os servidores, de acordo com os tribunais superiores (STF, STJ e TST) e inferiores (juizados especiais e tribunais regionais).

O Dia 07042014Outra reivindicação é a manutenção da isonomia do quadro de pessoal do Judiciário Federal. Já que um projeto de lei pretende não conceder mais reajuste linear para todas as classes do Judiciário. Há campanha também por aumento salarial isonômico com as carreiras típicas de Estado.

Uma nova assembleia acontece no próximo dia 29 e, dependendo do resultado da votação, poderá ser decretada greve por tempo indeterminado. Os servidores das justiças federais farão paralisação de três horas no Tribunal Regional do Trabalho da 1ª Região, no Tribunal Regional Eleitoral, no Tribunal Regional Federal da 2ª Região e na Seção Judiciária do Rio. Os funcionários param quarta-feira, das 11h às 14h, em seus respectivos setores.

Diretor do Sisejufe e integrante da coordenação da Fenajufe, Roberto Ponciano declarou que os servidores do Judiciário Federal vivenciam um “momento crucial” para a categoria: “Corremos o risco de vermos nossa carreira ser esfacelada. Por isso, temos que estar mobilizados para mais essa jornada de lutas. Não podemos ficar parados e não reagir a esse projeto do Supremo Tribunal Federal que acaba com a nossa classe.” O projeto tem como um dos objetivos criar uma carreira exclusiva para os servidores do STF.

Matéria publicada em O Dia, de 07 de abril de 2014

http://odia.ig.com.br/noticia/economia/2014-04-06/judiciario-federal-do-rio-decreta-estado-de-greve.html