SINDICATO DOS SERVIDORES DAS JUSTIÇAS FEDERAIS NO ESTADO DO RIO DE JANEIRO
Instagram YouTube

Ato do dia 07 de agosto pelo adiantamento da parcela dos 15,8%

A diretoria do Sisejufe convoca seus associados para participar do Ato Nacional Unificado, na Av. Rio Branco, a partir das 12h até ás 13h, dia 07 (quarta-feira).
Diante da queda de popularidade do governo federal e a repercussão das manifestações do  mês de julho em todo o Brasil a Direção da Fenajufe analisou de forma unânime que é possível conseguir uma pauta emergencial para esse ano, através do adiantamento da parcela de 2015 para 2014, através da apresentação de uma emenda parlamentar que garanta a antecipação das parcelas.
Para a diretoria da Fenajufe e do Sisejufe “pode parecer pouco mas é estratégica essa antecipação, haja vista que em 2014, é ano eleitoral e a categoria pode  fazer uma grande greve ameaçando inclusive a realização das eleições para implementar um novo projeto salarial”. Toda via o fato de ter uma parcela no ano de 2015 dificulta as negociações com o governo no ano que vem,  por isto é fundamental adiantarmos o ano fiscal.
Além deste ponto da pauta ainda há discussão para votação da PEC 555, que acaba com o desconto previdenciário para servidores aposentados, além da retomada do PL 319, que concede 5% de Adicional de Qualificação (AQ) para técnicos de Nível Superior.
A pauta emergencial busca, em primeiro lugar, a antecipação das duas últimas parcelas da GAJ e Gampu (15,8%), uma reposição conquistada graças à greve unificada dos servidores públicos federais que obrigaram o governo a recuar na ideia de que 2013 seria novamente ano de reajuste zero, como vinha acontecendo desde 2006.
Os demais pontos da pauta são a defesa das correções nos padrões e no reenquadramento causados pela Portaria Conjunta nº 1 de 2013 que regulamenta a Lei 12.774/2012, o empenho do STF junto ao Congresso Nacional para aprovar o texto original do PL 319/2007 que altera dispositivos da Lei nº 11.416/2006, a definição de uma política salarial permanente com respeito à data base para os servidores, o aumento dos valores repassados para o auxílio saúde e o pagamento dos passivos devidos aos servidores, além de continuar a luta conjunta com as demais categorias do serviço público pela garantia da data-base.
A Fenajufe defende também a criação de uma comissão interdisciplinar com os tribunais superiores e outra com a Procuradoria Geral da República para discutir e elaborar anteprojeto de Plano de Carreira e um Grupo de Trabalho para negociar permanentemente assuntos de interesse dos servidores, como PJe (Processo Judicial eletrônico), regulamentação do teletrabalho, contratação de funcionários nos órgãos do Judiciário Federal, combate ao assédio moral, terceirização, saúde do servidor, condições de trabalho, sistema de comunicação interno dos Tribunais, atuação da Fundação Getúlio Vargas (FGV) nos Tribunais, dentre outros.

Para que esta pauta seja vencedora, todos devem participar unificando a luta e comparecendo no Ato da próxima quarta-feira, dia com os demais servidores.
Com informes da FENAJUFE